Ir direto para menu de acessibilidade.
    Você está aqui:
  1. Página inicial
  2. >
  3. Ações e Programas
  4. >
  5. Academia da Saúde
  6. >
  7. Monitoramento e-SUS
Início do conteúdo da página

Academia da Saúde

Monitoramento e-SUS

Publicado: Quinta, 22 de Outubro de 2015, 11h30 | Última atualização em Quinta, 31 de Agosto de 2017, 16h05

O Programa Academia da Saúde no e-SUS Atenção Básica

O Sistema de Informação em Saúde da Atenção Básica (Sisab) substituiu o sistema anterior (SIAB), objetivando melhorias na qualidade da informação em saúde e otimização do uso do sistema pelos gestores, profissionais de saúde e cidadãos. O Sisab faz parte da estratégia e-SUS Atenção Básica (e-SUS AB), que conta com dois sistemas de software gratuitos: sistema com Coleta de Dados Simplificada (CDS) e sistema com Prontuário Eletrônico do Cidadão (PEC).

Os dados registrados nesses sistemas são transmitidos para o Sisab e os estados e municípios que fazem uso de sistemas próprios na Atenção Básica também poderão transmitir os dados para o Sisab por meio da integração entre o sistema próprio e o e-SUS AB. Para isso, deve-se consultar o modelo de integração disponibilizado pelo Ministério da Saúde.

No polo do Programa Academia da Saúde pode-se ter uma instalação PEC ou CDS. O sistema PEC é destinado a unidades de saúde e polos informatizados, que possuem algum grau de conectividade e contam com o apoio de profissionais capacitados no município para a implantação do sistema. O sistema CDS é um software para unidades e polos não informatizados, no qual os dados são coletados por meio de fichas, que podem ser impressas para serem utilizadas em papel para posterior digitação dos registros nos softwares transmissão para o Sisab.

Em consonância com as atividades e ações previstas, recomenda-se a utilização das fichas de atendimento individual, de atividade coletiva e de procedimentos do sistema com CDS. A característica da atividade ou do atendimento a ser realizado vai determinar a escolha da ficha adequada. O Manual de Preenchimento das fichas e as instruções sobre a utilização dos softwares.

Ressaltamos que as ações realizadas no âmbito do Programa serão monitoradas por meio do Sisab. Para isso, essas ações devem ser registradas em um dos softwares do e-SUS AB, por meio de:

*indicação do número do Cadastro Nacional do Estabelecimento de Saúde (CNES) do polo, quando o profissional estiver lotado nesse tipo de estabelecimento; OU

*identificação do local de atendimento como "polo", quando o profissional estiver lotado em uma unidade de saúde vinculada ao Programa (código 12 de Serviço de Apoio - Estrutura do Academia da Saúde no CNES).

Para saber mais sobre o e-SUS AB, acesse o site.

Fim do conteúdo da página