Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

banner vacina2019 v2

Início do conteúdo da página

Sistema Nacional de Laboratórios de Saúde Pública (SISLAB)

Sobre o programa

Escrito por Alessandra Bernardes | | Publicado: Terça, 28 de Novembro de 2017, 17h38 | Última atualização em Quinta, 30 de Novembro de 2017, 10h00

 

A Rede Nacional de Laboratórios de Vigilância Epidemiológica e a Rede Nacional de Laboratórios de Vigilância em Saúde Ambiental, que compõem o Sistema Nacional de Laboratórios de Saúde Pública (Sislab), faz parte do Sistema Único de Saúde (SUS). O Ministério da Saúde, por meio da Coordenação Geral de Laboratório de Saúde Pública (CGLAB), é responsável por assessorar e cooperar tecnicamente, junto aos estados e o Distrito Federal, na implementação da Rede Nacional de Laboratórios, em articulação com as demais unidades competentes, além de ajudar a promover o processo de educação permanente e de capacitação dos profissionais de vigilância em saúde.

O Ministério da Saúde também auxilia no processo de elaboração de normas e medidas para o monitoramento, controle e prevenção da resistência microbiana em serviços de saúde, em articulação com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), e articula linhas prioritárias para o desenvolvimento de estudos, pesquisas, análises e outras atividades técnico científicas de interesse para o SUS.

O monitoramento e o comportamento epidemiológico de doenças e agravos, objeto de controle no campo laboratorial junto ao Centro de Informações Estratégicas em Saúde (Cievs), nos âmbitos nacional e internacional, estão vinculados à Rede Nacional de Laboratórios para desenvolvimento adequado e planejado das políticas públicas na área da saúde.

A relação completa de competências da Coordenação-Geral de Laboratórios de Saúde Pública é apresentada no regimento interno da Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS).

 

Fim do conteúdo da página