Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

Todas as crianças de 6 meses a menores de 1 ano devem ser vacinadas contra o sarampo

Início do conteúdo da página

Web Service - Base Nacional da Assistência Farmacêutica

Lógica do Web service

Escrito por Alessandra Bernardes | | Publicado: Sexta, 20 de Outubro de 2017, 15h11 | Última atualização em Sexta, 20 de Outubro de 2017, 15h37

As requisições serão feitas sob a forma de serviços web (web service), utilizando-se do protocolo HTTPS para transmissão dos dados e SOAP (Simple Object Acess Protocolo) como protocolo de troca de dados entre as aplicações, conforme os Padrões de Interoperabilidade de Governo Eletrônico – ePING.

Estes serviços estarão descritos sob a forma de um arquivo eletrônico no formato WSDL (web service Description Language) e XSD (XML Schema Definition).

O número do protocolo a ser gerado pelo web service seguirá a seguinte lógica:

  • Dígitos 1 e 2: Ano;
  • Dígitos 3 e 4: Mês;
  • Dígitos 5 ao 11: Código IBGE do Município ou Estado;
  • Dígitos 12 ao 20: Código sequencial crescente alfanumérico para cada registro de protocolo.

Para facilitar as consultas nos sistemas locais dos usuários do web service, foi adicionado o campo “coRegistroOrigem”, de preenchimento não obrigatório. Esse campo pode ser utilizado pelos usuários para informar qual é o código interno do sistema local o qual se refere o registro que está sendo enviado via web service. Dessa forma, em caso de alguma inconsistência que o web service apontar, o usuário poderá localizar com maior facilidade no sistema local o dado com o problema.

Segue abaixo a lógica do web service da Base Nacional de Dados de Ações e Serviços da Assistência Farmacêutica no SUS. logica webservice

É importante salientar algumas diferenças entre os métodos síncronos e assíncronos no processamento dos arquivos XML:

 

Método

Síncrono

Assíncrono

Número de registros

Apenas um

Inúmeros até o limite de 4Mb

Tempo de processamento após o envio do XML

O web service irá processar imediatamente o XML

O web service armazena o XML e o processamento é realizado respeitando uma fila

Resposta do web service após receber o arquivo XML

Em caso de inconsistências é apresentada a mesma ao usuário, não gerando número de protocolo de recebimento do XML.
Caso não seja encontrada inconsistência, é retornado o número de protocolo ao usuário

É gerado um número de protocolo para o usuário, mesmo o arquivo não sendo processado

Identificação pelo usuário se o XML enviado foi processado pelo web service

O usuário poderá verificar isso de forma imediata, pois o web service retorna ao usuário de forma imediata o número de protocolo ou as inconsistências do XML

Em posse do número do protocolo, o usuário deverá utilizar o método de consulta de processamento para identificar se o mesmo já foi processado

Consulta de inconsistência

Não existe, pois a mesma já é retornada ao usuário no momento de envio do arquivo XML

Pode ser realizada por meio do método de consulta de inconsciência até o prazo de 7 dias após o envio do arquivo XML

Registro na tabela definitiva

Imediatamente, em caso do arquivo não possuir inconsistência

Os registros que não apresentarem inconsistências no XML serão gravados na tabela definitiva. Os demais serão gravados na tabela de inconsistência

registrado em:
Fim do conteúdo da página