Ir direto para menu de acessibilidade.
    Você está aqui:
  1. Página inicial
Início do conteúdo da página

Mais Médicos - Políticas Públicas

Escrito por Tatiana Teles | Criado: Quinta, 10 de Abril de 2014, 14h21 | Publicado: Quinta, 10 de Abril de 2014, 14h21 | Última atualização em Terça, 19 de Dezembro de 2017, 13h08

 MAIS MÉDICOS

 

As plantas medicinais, os fitoterápicos e os medicamentos homeopáticos têm sido utilizados na saúde pública do país desde a década de 80. Entretanto, em 2006, a partir de recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS), houve um grande impulso para utilização desses recursos terapêuticos no Brasil, com a publicação de duas políticas nacionais – a Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares no SUS - PNPIC (Brasil, 2006a) e a Política Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos - PNPMF (Brasil, 2006b, 2007a). A partir desta última, foi criado o Programa Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos (PNPMF) e o Comitê Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos (Brasil, 2008).

A ampliação das opções terapêuticas ofertadas aos usuários do SUS, com garantia de acesso a produtos com segurança, eficácia e qualidade, na perspectiva da integralidade da atenção à saúde, é uma importante estratégia com vistas à melhoria da atenção à saúde da população e à inclusão social.

 

REFERÊNCIAS E LEITURAS COMPLEMENTARES

 

______. ______. Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos. Departamento de Assistência Farmacêutica e Insumos Estratégicos. Política e Programa Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos. Brasília: Ministério da Saúde, 2016. 190p.  2016.

Fim do conteúdo da página