Ir direto para menu de acessibilidade.
    Você está aqui:
  1. Página inicial
  2. >
  3. Fake News
  4. >
  5. Vacina faz mal - Fake News!
Início do conteúdo da página

Para combater as Fake News sobre saúde, o Ministério da Saúde, de forma inovadora, está disponibilizando um número de WhatsApp para envio de mensagens da população. Vale destacar que o canal não será um SAC ou tira dúvidas dos usuários, mas um espaço exclusivo para receber informações virais, que serão apuradas pelas áreas técnicas e respondidas oficialmente se são verdade ou mentira.

Qualquer cidadão poderá enviar gratuitamente mensagens com imagens ou textos que tenha recebido nas redes sociais para confirmar se a informação procede, antes de continuar compartilhando. O número é (61)99289-4640

> Leia o regulamento e os termos de uso

falso verdadeiro
Escrito por Gustavo Frasão | Publicado: Quarta, 30 de Janeiro de 2019, 17h53 | Última atualização em Quarta, 30 de Janeiro de 2019, 17h53

Olá, não compartilhe esse vídeo! Ele tem diversas informações falsas! Esse vídeo  divulga informações  inverídicas a respeito da vacina.

O ditado popular “melhor prevenir do que remediar” se aplica perfeitamente à vacinação. Muitas doenças comuns no Brasil e no mundo deixaram de ser um problema de saúde pública por causa da vacinação massiva da população. Poliomielite, sarampo, rubéola, tétano e coqueluche são só alguns exemplos de doenças comuns no passado e que as novas gerações só ouvem falar em histórias.

Com respaldo técnico de equipes especializadas, o Ministério da Saúde garante que a vacinação é segura, sendo que seu resultado não se resume a evitar doenças.Vacinas salvam vidas. A recomendação é: não dê ouvidos às notícias falsas e vacine-se.

Só entra no calendário nacional as vacinas com garantia de segurança e eficácia. Além do controle de segurança para o registro da vacina, amostras de lotes desses imunibiológicos passam por teste de qualidade no Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS). A rede de frio garante que as doses sejam armazenadas dentro da temperatura determinada pelos laboratórios.

Saiba mais no Portal da Saúde: https://goo.gl/8KWXKd

registrado em:
Assunto(s):
Fim do conteúdo da página