Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

INFORME AS DOSES E ESTOQUES DAS VACINAS EM SEU MUNICÍPIO ATÉ 30/11

Início do conteúdo da página

Para combater as Fake News sobre saúde, o Ministério da Saúde, de forma inovadora, está disponibilizando um número de WhatsApp para envio de mensagens da população. Vale destacar que o canal não será um SAC ou tira dúvidas dos usuários, mas um espaço exclusivo para receber informações virais, que serão apuradas pelas áreas técnicas e respondidas oficialmente se são verdade ou mentira.

Qualquer cidadão poderá enviar gratuitamente mensagens com imagens ou textos que tenha recebido nas redes sociais para confirmar se a informação procede, antes de continuar compartilhando. O número é (61)99289-4640

>> Leia o regulamento e os termos de uso

>> Apresentação Fake News na Saúde feita pelo diretor da Ascom, Ugo Braga, no VIII Congresso Brasileiro de Enfermagem Pediátrica e Neonatal

falso verdadeiro
Escrito por Gustavo Frasão | | Publicado: Quinta, 31 de Janeiro de 2019, 16h29 | Última atualização em Quinta, 31 de Janeiro de 2019, 16h31

O conteúdo da mensagem é falso. O complexo vitamínico B inclui as vitaminas B1, B2, B3, B5, B6, B7, B9 e B12. O complexo vitamínico B é um grupo de nutrientes que exercem importantes funções no organismo. Como são encontradas em vários tipos de alimentos, sua necessidade diária é suprimida com uma boa alimentação. Somente em circunstâncias excepcionais é indicado suplementação dessas vitaminas. O Laetrile (ou amigdalina ou vit. B17) é uma forma parcialmente sintética da amigdalina, uma substância vegetal encontrada em algumas nozes (amêndoas) e sementes de frutas (damasco e cereja). Embora seja nomeada de vit. B17 não se trata de uma vitamina. O Laetrile tem sido utilizado como agente anticancerígeno desde o século XIX. Ele é usado sozinho ou como parte de um programa de tratamento. Isso pode incluir seguir uma dieta específica, suplementos vitamínicos e enzimas pancreáticas. Embora estudos mais recentes tenham mostrado que o Laetrile pode matar células cancerígenas em certos tipos de câncer, não há evidências científicas confiáveis suficientes para afirmar que o Laetrile ou a amigdalina podem tratar o câncer. Apesar disso, ainda é promovido como um tratamento alternativo de câncer. A maioria dos sites ou revistas que promovem o Laetrile baseiam suas reivindicações em opiniões não fundamentadas e evidências anedotais. Não existem evidências científicas de que o Laetrile seja um tratamento eficaz para o câncer ou qualquer outra doença. A Biblioteca Cochrane publicou uma revisão sistemática em 2015. Isso significa que um grupo de especialistas reúne todas as evidências sobre um determinado assunto e analisa o conteúdo dos estudos para ver se há alguma evidência para apoiá-lo. Esta revisão apontou que os benefícios reivindicados do Laetrile não são apoiados por ensaios clínicos controlados. Ela também encontrou um risco de efeitos colaterais graves de envenenamento por cianeto após o Laetrile ou amigdalina, especialmente depois de tomá-lo por via oral. Ninguém pode vender Laetrile no Reino Unido ou na Europa. Não há evidências científicas confiáveis suficientes de que funcione. Ele também tem sérios efeitos colaterais e é proibido nos EUA pela Food and Drugs Agency (FDA). É compreensível que algumas pessoas queiram experimentar qualquer coisa, se achar que pode ajudar a tratar ou curar seu câncer. Porém, muitos podem prejudicar sua saúde ao interromper seu tratamento contra o câncer para iniciar um tratamento não comprovado. Muitos sites promovem Laetrile como uma cura para o câncer. Mas nenhuma organização de câncer científica de boa reputação apoia essas alegações. Tenha cautela em acreditar neste tipo de informação ou pagar por qualquer terapia alternativa contra o câncer através da internet.

registrado em:
Assunto(s):
Fim do conteúdo da página