Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

Banner estatico portal 960 x 100

Início do conteúdo da página

Petrolina (PE) terá R$ 1,9 milhão para reforçar atenção básica

Escrito por André | | Publicado: Sexta, 08 de Dezembro de 2017, 20h33 | Última atualização em Segunda, 11 de Dezembro de 2017, 10h56

Desde ano passado, o Ministério da Saúde liberou para o estado de Pernambuco R$ 337 milhões para melhorar a assistência da população. Recursos são para custear serviços, obras e compra de equipamentos

O Ministro da Saúde Ricardo Barros anunciou nesta sexta-feira (8/12), em Petrolina (PE), a liberação de R$ 1,9 milhão para reforçar a atenção básica do município. São R$ 1,4 milhão para a construção de duas novas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), e R$ 493,6 mil para ampliação de outras duas unidades. Em Pernambuco, existem 1.409 UBSs funcionando com custeio federal R$ 165,5 milhões anuais.

 

 

Desde o ano passado, ao todo foram liberados para o estado R$ 336,8 milhões para custear serviços, obras e emendas parlamentares. Incluído nesse valor, está o repasse de R$ 104,1 milhões para habilitar 291 serviços e 455 leitos que beneficiarão 157 municípios. Os recursos são direcionados à ampliação do Teto da Média e Alta Complexidade (MAC) e habilitação de serviços como SAMU, leitos de UTI adulto e pediátrica, oncologia, Rede Cegonha, laboratório de prótese dentária, traumatologia e ortopedia, entre outros. Foram autorizados ainda em 2016 e 2017, R$ 183,1 milhões em emendas parlamentares para o estado.

 

Ao falar no evento, o ministro ressaltou que a saúde é um grande desafio e que é preciso a colaboração de todos os gestores para avançar em qualidade e ampliação da oferta. “Tenho certeza que a transparência, a informatização e biometria vão nos mostrar um novo caminho da saúde. Cada um saberá o seu lugar na fila do exame, consulta, cirurgia, acompanhará o andamento desta fila e com controle de qualidade que o brasileiro merece”, enfatizou o ministro.

Ainda foram garantidos R$ 46,4 milhões para 99 municípios incrementar a assistência na atenção básica. Ao todo serão custeados 368 novos de Agentes Comunitários de Saúde, 224 novas Equipes de Saúde da Família, 259 novas Equipes de Saúde Bucal, 31 novos Núcleos de Apoio à Saúde da Família. Como parcela única, o Ministério também liberou R$ 11,9 milhões para expansão da oferta em média e alta complexidade e implantação da Estratégia Rede Cegonha. No que se refere à urgência e emergência, o SAMU 192 de Pernambuco recebeu do Ministério da Saúde 06 ambulâncias para renovação da frota e 03 novas UPAs habilitadas com custeio de R$ 2,8 milhões/ano.

Ainda para beneficiar a saúde do estado, o Ministério da Saúde destinou
R$ 163,9 milhões para compra de medicamentos. E, para melhorar o saneamento básico, foram destinados R$ 17,6 milhões para 38 projetos de obra da Funasa. Pernambuco possui ainda outras 439 obras em execução com empenho de R$ 121,3 milhões. São academias da saúde, unidades básicas de saúde e centros especializados e reabilitação entre outros.

NOVOS LEITOS – Ainda em Petrolina (PE), o ministro visitou o hospital Dom Tomás em Petrolina, que faz parte da Associação Petrolinense de Amparo à Maternidade e à Infância (APAMI). A unidade terá ampliação de 12 novos leitos de retaguarda de enfermaria, no hospital, no valor de R$ 1,11 milhão, custeados pelo Ministério. Atualmente, a instituição Dom Tomás atende no ambulatório 1.500 pacientes/mês e a internação ainda atende poucos pacientes.

Por Carolina Valadares, da Agência Saúde
Atendimento à imprensa
(61) 3315-3580/3174

 

Fim do conteúdo da página