Ir direto para menu de acessibilidade.
    Você está aqui:
  1. Página inicial
  2. >
  3. Últimas notícias
  4. >
  5. Agência Saúde
  6. >
  7. Saúde destina R$ 135,2 milhões para reforçar a assistência no Espírito Santo
Início do conteúdo da página

Saúde destina R$ 135,2 milhões para reforçar a assistência no Espírito Santo

Escrito por Tatiana Teles | Publicado: Quarta, 20 de Dezembro de 2017, 18h53 | Última atualização em Quinta, 21 de Dezembro de 2017, 11h36

Recursos serão aplicados para ampliar o atendimento em oncologia no estado, reforma de hospitais e obras. Haverá ainda repasses para incremento do piso da atenção básica O Estado do Espírito Santo está recebendo do Ministério da Saúde R$ 135,2 milhões para ampliar a assistência à população. O anúncio foi feito pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros, durante visita, nesta quarta-feira (20), ao estado. Do total, R$ 15,9 milhões serão para a aquisição de dois aceleradores lineares e construção dos bunkers para implantação dos serviços de radioterapia: um para o Hospital Rio Doce, em Linhares (ES), e outro para o Hospital São José, em Colatina (ES). Os dois hospitais não possuem equipamentos e serão beneficiados pelo Plano de Expansão da Radioterapia. “O financiamento da saúde é compartilhado entre a União, estado e municípios. Esse investimento é fruto do empenho de todos e da bancada federal, por meio da destinação das emendas parlamentares. Os recursos já estão disponíveis e dessa forma vamos reforçar os serviços à disposição da população”, ressaltou o ministro da Saúde, Ricardo Barros. O governador do Espírito Santo, Paulo Hartung, destacou que recursos importantes serão disponibilizado a partir dessa visita do ministro. “Com esse investimento, vamos reforçar o trabalho de oncologia no nosso estado e a radioterapia poderá ser implantada na região norte do Espírito Santo. Dentro dessa parceria com a União e a bancada federal, a população de um conjunto de municípios e instituições também serão beneficiados”, afirmou.  Para a construção do Hospital Estadual de Cariacica (ES), o ministro Ricardo Barros anunciará a liberação de R$ 74 milhões de emenda de bancada do Espírito Santo. O contrato será celebrado junto à Caixa Econômica Federal, sendo pago em parcelas de acordo com a execução da obra, previsto para ser finalizada em 2020. O hospital contará com 400 leitos e oferecerá serviços como radio-X, doppler, ultrassonografia, endoscopia, entre outros, em uma área de 37 mil m². O Hospital Cidade Saúde, em Guarapari (ES), também será beneficiado com mais R$ 6 milhões. Os recursos serão liberados após aditivo ao contrato com o município para a finalização das obras. Com o incremento, o valor total do repasse do Ministério da Saúde será de R$ 18,9 milhões. A expectativa é que a unidade atenda à população da região sul do estado. Outra unidade que vai receber mais recursos federais é o Hospital Maternidade São Camilo, em Aracruz (ES). Serão destinados R$ 11,8 milhões para reforma do centro cirúrgico e do Pronto Atendimento. Para reforçar o atendimento à população do estado na atenção básica, serão ampliados em R$ 6 milhões os repasses para o Piso da Atenção Básica (PAB) de nove cidades: R$ 1 milhão para Viana; R$ 750 mil para Apiacá; R$ 750 mil para Santa Teresa; R$ 1 milhão para São Gabriel da Palha; R$ 500 mil para Ecoporanga; R$ 500 mil para João Neiva; R$ 500 mil para Domingos Martins; R$ 500 mil para Santa Maria Jetibá e R$ 500 mil para Muniz Freire. Além disso, também deverão ser ampliados os recursos federais para custeio de serviços de média e alta complexidade para quatro unidades de saúde: Hospital Evangélico de Vila Velha; Santa Casa de Guaçuí; Hospital de Cachoeiro de Itapemirim e Hospital de São José de Colatina. O aporte financeiro de R$ 21,5 milhões deverá ser liberado para o Teto Mac dos municípios, incrementando o orçamento mensal. Na ocasião, foi assinado um documento para que os valores sejam solicitados e pactuados em Comissão Intergestora Bipartite (CIB), envolvendo o estado e as secretarias municipais de saúde. RECURSOS - Apenas na gestão do ministro Ricardo Barros, o Espírito Santo recebeu o valor de R$ 212,8 milhões. Os recursos são para custeio de serviços, cirurgias, exames, leitos e de emendas parlamentares. Somente em 2017, foram liberados R$ 85,5 milhões. O estado também foi contemplado com R$ 9,9 milhões de pata ampliar os serviços na Atenção Básica. Por Carolina Valadares, da Agência Saúde
Atendimento à imprensa
(61) 3315-3395 / 3580

Fim do conteúdo da página