Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

Todas as crianças de 6 meses a menores de 1 ano devem ser vacinadas contra o sarampo

Início do conteúdo da página

Barretos (SP) terá novo hospital para atendimento na área de oncologia

Escrito por alexandreb.sousa | | Publicado: Quinta, 03 de Maio de 2018, 15h42 | Última atualização em Quinta, 03 de Maio de 2018, 18h36

Presidente Michel Temer foi homenageado com nome na ala de Diagnóstico por Imagem do Hospital Notre Dame, mantido pela Fundação Pio XII

Foto: Rodrigo Nunes/MS

O presidente da República, Michel Temer, e o ministro da Saúde, Gilberto Occhi, participaram nesta quinta-feira (3) da inauguração do Hospital Notre Dame, mantido pela Fundação Pio XII, em Barretos (SP). O hospital será referência em oncologia, mas atenderá também ortopedia, cardiologia e hemodinâmica. O presidente Michel Temer foi homenageado com seu nome na ala de Diagnóstico por Imagem da unidade.

O Hospital Notre Dame tem uma área de 5.500 m² e fará atendimento em alta complexidade. A expectativa é de 9 mil pacientes/mês e 1 mil cirurgias mensais. O estabelecimento possui 33 leitos, quatro salas para centro cirúrgico, laboratório de análises clínicas, centro de diagnóstico por imagem, pronto atendimento, consultórios médicos e apoio terapêutico.

A cidade de Barretos (SP) possui hoje dois hospitais gerais e três especializados, conforme dados do Cadastro Nacional de Estabelecimentos em Saúde (CNES). O município possui 445 leitos SUS, 84 de UTI (SUS) e recebe do Ministério da Saúde, do Bloco da Média e Alta Complexidade, R$ 45 milhões/ano. O município recebe, ainda, por meio da Rede Cegonha R$ 1,72 milhão/ano e da Rede de Urgência e Emergência R$ 9,19 milhões/ano.

HOSPITAL DE AMOR

O ministro da Saúde, Gilberto Occhi, também visitou as instalações do Hospital de Amor, novo nome adotado pelo Hospital de Câncer de Barretos, que registra cerca de 6 mil atendimentos por dia, todos pelo SUS. A instituição é filantrópica e vinculada à Fundação Pio XII, sendo referência nacional em tratamento oncológico.

Ao todo, são 231 leitos disponíveis para atender os pacientes da rede pública de saúde. Entre os destaques da entidade estão, por exemplo, o Instituto de Treinamento em Técnicas Minimamente Invasivas e Cirurgia Robótica (IRCAD), que promove capacitações em cirurgias oncológicas complexas utilizando técnicas minimamente invasivas por meio do robô Da Vinci. Com essa tecnologia, feita em plataforma altamente aprimorada e que executa os procedimentos cirúrgicos por vídeo, é possível oferecer o que há de melhor e mais moderno aos pacientes.

“Fiquei impressionado com a qualidade do atendimento, principalmente na área infantil. Vi aqui um grande esforço dos profissionais para fazer o melhor, o que me deixou sensibilizado. O governo federal, por meio do Ministério da Saúde, vai continuar apoiando e investindo para melhorar, cada vez mais, o atendimento do SUS na cidade de Barretos”, ressaltou o ministro Gilberto Occhi, durante a visita à cidade.

Atualmente, 90% dos procedimentos cirúrgicos da unidade são feitos por meio de videocirurgia utilizando o robô Da Vinci. Além disso, o padrão de qualidade do IRCAD proporciona a cirurgiões de diversas localidades os mais recentes conhecimentos e avanços em cirurgias minimamente invasivas.

SANTA CASA DE MISERICÓRDIA

O ministro Gilberto Occhi conheceu as estruturas da Santa Casa de Barretos, entidade filantrópica sem fins lucrativos que é administrada pelo presidente da Fundação Pio XII. A unidade é especializada em procedimentos de média e alta complexidade, principalmente nas áreas de nefrologia e ginecologia/obstetrícia.

Apesar disso, também é referência no atendimento de outras 40 especialidades, como cirurgia geral e pediátrica, cirurgia plástica e torácica, cirurgia médica e vascular, infectologia, neurologia, ortopedia e traumatologia e pediatria. Em 2017, a unidade recebeu R$ 1,4 milhão para habilitação de novos serviços e leitos. A Santa Casa atende a 18 municípios e realiza cerca de 150 partos por mês, além de atender 137 pacientes, todos os dias, para procedimentos de hemodiálise.

Por Carolina Valadares e Gustavo Frasão, da Agência Saúde
Atendimento à Imprensa
(61) 3315-3533/3174/3580

Fim do conteúdo da página