Ir direto para menu de acessibilidade.
    Você está aqui:
  1. Página inicial
  2. >
  3. Últimas notícias
  4. >
  5. Agência Saúde
  6. >
  7. Assistência à saúde do Rio Grande do Sul recebe reforço de R$ 102,4 milhões
Início do conteúdo da página
assistência à saúde

Assistência à saúde do Rio Grande do Sul recebe reforço de R$ 102,4 milhões

Escrito por Gustavo Frasão | Publicado: Quinta, 28 de Junho de 2018, 19h01 | Última atualização em Sexta, 29 de Junho de 2018, 11h31

Valor será destinado a 67 municípios para a estruturação, modernização e habilitação de serviços de média e alta complexidade do SUS, qualificando a assistência à saúde do estado

Crédito: Erasmo Salomão/MSAssistência à saúde do Rio Grande do Sul recebe reforço de R$ 102,4 milhões

A população do estado do Rio Grande do Sul receberá um reforço na assistência à saúde. O estado e 67 municípios receberão do Ministério da Saúde um aporte na ordem de R$ 102,4 milhões. O anúncio foi feito pelo ministro da Saúde, Gilberto Occhi, durante cerimônia, nesta quinta-feira (28), realizada no Palácio Piratini, em Porto Alegre (RS).

“Esse investimento é para ampliar e melhorar a qualidade do atendimento no estado do Rio Grande do Sul. São recursos para gestores custear procedimentos nos serviços de saúde, adquirir equipamentos, investir em obras, beneficiando toda a população do estado e municípios gaúchos”, destacou o ministro da Saúde Gilberto Occhi.

Dos recursos disponibilizados pela pasta, R$ 63,4 milhões são de emenda parlamentar para estruturação e modernização do Hospital São Lucas (R$ 55 milhões), em Porto Alegre, e do Hospital Vida (R$ 7,5 milhões), no município de Santa Rosa. A região de Três Cachoeiras receberá R$ 836 mil para construção de uma Unidade Básica de Saúde (SUS).

No caso do Hospital São Lucas, a verba será utilizada em projetos específicos da estrutura, como reforma do Centro Cirúrgico, Emergência, Obstetrícia, Internação, UTI pediátrica e primeira fase do Centro Interdisciplinar de Saúde. O restante do valor, R$ 22 milhões, serão investidos na aquisição de equipamentos para modernização de áreas estratégicas e importantes do hospital, como UTI, centro cirúrgico e exames por imagem. Já o Hospital Vida utilizará o recurso para aquisição de equipamentos e materiais permanentes, visando a modernização da estrutura física para melhor atender os pacientes do SUS.

Além disso, o Hospital de Tramandaí e o Instituto do Coração de Porto Alegre receberão R$ 1 milhão, em parcela única, para ampliação e qualificação dos atendimentos e procedimentos de média e alta complexidade oferecidos pela rede pública de saúde, beneficiando milhares de pessoas que precisam dos serviços diariamente em suas respectivas regiões.

Há ainda a liberação de R$ 37,7 milhões, que beneficiam outros 37 municípios, além do Governo do Estado, com habilitação de serviços de média e alta complexidade, como residência terapêutica, cirurgia cardiovascular, AVC, UTI, obesidade, obstetrícia, saúde mental, SAMU, entre outros: Alegrete; Bagé; Cachoeira do Sul; Canoas; Capão da Canoa; Caxias do Sul; Cruz Alta; Encantado; Erechim; Estrela; Farroupilha; Getúlio Vargas; Gravataí; Ijuí; Lagoa Vermelha; Lajeado; Novo Hamburgo; Pelotas; Pinheiro Machado; Porto Alegre; Rio Grande; Santa Cruz do Sul; Santa Maria; Santa Rosa; Santiago; São Leopoldo; Sapucaia do Sul; Tenente Portela; Teutonia; Torres; Tramandaí; Uruguaiana; Venâncio Aires; Vera Cruz e Viamão.

Serão entregues ainda 36 caminhonetes para 36 municípios para uso em atividades de prevenção e controle de endemias, como doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti, no Rio Grande do Sul, com investimento de R$ 4,3 milhões.

ASSISTÊNCIA À SAÚDE DO HOSPITAL SÃO LUCAS É REFERÊNCIA EM ONCOLOGIA

O Hospital São Lucas é uma unidade de saúde de grande porte vinculada à PUC/RS e especializada em procedimentos de média e alta complexidade, sendo referência nos tratamentos oncológicos. Atualmente, possui 310 leitos para atendimento exclusivo aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), sendo 65 deles para UTI. Os números correspondem, respectivamente, a 6,34% e 11,82% do total de leitos do município de Porto Alegre.

Na parte de atendimentos, a unidade é responsável por fazer 906.323 procedimentos ambulatoriais, ou seja, aqueles que não necessitam de internação, por ano. Responde ainda por 9,36% das internações de Porto Alegre, ou 16.488 autorizações realizadas. No atendimento específico, responde por 15% das cirurgias oncológicas (1.400), 19,23% das sessões de radioterapia (60.887) e 14,28% dos procedimentos de quimioterapia (14.296) realizados em Porto Alegre.

Por ser uma instituição filantrópica e por estar dentro dos padrões de qualidade e atendimentos previstos na legislação do SUS, o Hospital São Lucas possui o Certificado de Entidade Beneficente de Assistência Social na área de saúde (CEBAS), o que dá isenção fiscal e traz menos burocracia para negociar convênios e recursos com o Poder Público. O hospital recebe ainda R$ 14,9 milhões por ano de Incentivo à Adesão à Contratualização ao SUS e R$ 13,1 milhões anuais por fazer parte da Rede de Urgência e Emergência.

Por Gustavo Frasão, da Agência Saúde
Atendimento à imprensa
(61) 3315-3580 / 3533

Fim do conteúdo da página