Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

Todas as crianças de 6 meses a menores de 1 ano devem ser vacinadas contra o sarampo

Início do conteúdo da página

Atendimentos de hemodiálise e diálise serão reforçados no Rio de Janeiro

Escrito por Ausinda Pereira | | Publicado: Quarta, 19 de Setembro de 2018, 12h26 | Última atualização em Quarta, 19 de Setembro de 2018, 13h33

Os recursos federais, no total de quase R$ 303 milhões, são para custeio de tratamento de hemodiálise em 29 municípios cariocas

O serviço de nefrologia no Rio de Janeiro está recebendo um reforço financeiro, que irá beneficiar pacientes renais crônicos atendidos por meio do Sistema Único de Saúde (SUS). O valor total de R$ 302.932.747,80, que será destinado ao custeio de serviços como diálise e hemodiálise, é um recurso extra a ser pago mediante produção. Ao todo, 29 municípios do estado do Rio de Janeiro estão contemplados, conforme publicação no Diário Oficial da União.

As cidades terão o repasse feito pelo Fundo Nacional de Saúde para os Fundos Municipais de Saúde de forma automática, em parcelas mensais, de acordo com a produção informada. O novo recurso integra o Fundo de Ações Estratégicas e Compensação (FAEC) para nefrologia, incentivo financeiro que custeia parte desse tipo de procedimento, de forma adicional aos R$ 3,1 bilhões enviados, entre janeiro e setembro, em parcelas mensais e regulares, ao estado do Rio de Janeiro para custeio de ações de média e alta complexidade.

O recurso irá ampliar, qualificar e aprimorar os serviços de nefrologia oferecidos aos pacientes renais crônicos, em diferentes estágios, conforme as necessidades e demandas de cada município. Em todo o Brasil, existem 721 estabelecimentos habilitados para oferecer tratamentos renais pela rede pública de saúde. Entre 2010 e 2017, 233 novos serviços foram habilitados. O SUS conta hoje com 24.213 equipamentos de hemodiálise.

Por Zinda Perrú, da Agência Saúde

Atendimento à imprensa

(61) 3315-3880 / 3587

Fim do conteúdo da página