Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

Banner estatico portal 960 x 100

Início do conteúdo da página

Hospitais de São Paulo terão reforço financeiro para urgência e emergência

Escrito por carolina.valadares | | Publicado: Terça, 02 de Outubro de 2018, 17h29 | Última atualização em Terça, 02 de Outubro de 2018, 17h29
Unidades hospitalares de Bragança Paulista e Jundiaí poderão contar com recursos, que totalizam R$ 12,4 milhões para atendimentos do SUS, como UTIs adulto e pediátrica

Quatro hospitais de municípios paulistas terão reforço financeiro para a Rede de Urgência e Emergência de R$ 12,44 para a Rede de Urgência e Emergênciavoltado ao atendimento de pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). Entre as unidades beneficiadas, estão o Hospital Universitário São Francisco na Providência de Deus, que vai receber R$ 4,86 milhões; a Santa Casa de Misericórdia de Bragança Paulista, que vai receber R$ 316,6 mil, ambos em Bragança Paulista. Também serão beneficiados o Hospital São Vicente com R$ 4,4 milhões e o Hospital Universitário Municipal, com R$ 2,8 milhões, esses dois últimos localizados no município de Jundiaí. A portaria que autoriza o repasse está disponível no Diário Oficial da União (D.O.U).

Esses hospitais, até então, não recebiam recursos específicos da Rede de Urgência e Emergência (RUE). Passam a receber para incentivo ao funcionamento de uma porta de entrada tipo I e duas tipo II. Estas são os serviços instalados em unidades hospitalares para prestar atendimento ininterrupto ao conjunto de demandas espontâneas e referenciadas de urgências clínicas, pediátricas, cirúrgicas e/ou traumatológicas. Além disso, o incentivo vai para o funcionamento de 25 leitos de UTI adulto tipo II e 02 leitos de UTI pediátrica tipo II em cada hospital.

Os recursos são incorporados ao bloco da Média e Alta Complexidade dos municípios e do estado de São Paulo. Eles recursos são transferidos em parcelas mensais, do Fundo Nacional de Saúde para o Fundo Municipal de Saúde.

REDE DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA

A Rede de Urgência e Emergência é organizada de forma a atender a população que precisa de cuidados de maneira rápida, como em casos de acidentes de trânsito, quedas, infarto e outras situações que requerem cuidados imediatos.

O estado de São Paulo recebe R$ 202.79 milhões pela Rede de Urgência e Emergência. Outros 55 estabelecimentos de 31 municípios do estado de São Paulo recebem incentivos de porta de entrada com impacto anual de R$ 154.80 milhões e 28 estabelecimentos em 19 municípios recebem incentivos para o funcionamento de leitos de retaguarda clínica com impacto anual de R$ 47.99 milhões

Por Carolina Valadares, da Agência Saúde

Atendimento à imprensa

(61) 3315- 3533 / 3587

Fim do conteúdo da página