Ir direto para menu de acessibilidade.
    Você está aqui:
  1. Página inicial
  2. >
  3. Últimas notícias
  4. >
  5. Agência Saúde
  6. >
  7. Município de São João do Meriti (RJ) recebe reforço na rede hospitalar
Início do conteúdo da página

Município de São João do Meriti (RJ) recebe reforço na rede hospitalar

Escrito por regina.xeyla | Publicado: Segunda, 22 de Outubro de 2018, 18h53 | Última atualização em Terça, 23 de Outubro de 2018, 15h48

Novos recursos serão destinados ao custeio de cerca de 40,8 mil exames do Centro Regional de Imagens e Diagnóstico, entre outros procedimentos de média e média complexidade

A população de São João do Meriti (RJ) será beneficiada com implemento de R$ 3,5 milhões ao Teto Financeiro de Alta e Média Complexidade do município. Desse total, cerca de R$ 2 milhões serão destinados ao custeio dos procedimentos a serem realizados pelo novo Centro Regional de Imagens e Diagnóstico, inaugurado nesta segunda-feira (22), com a presença do ministro da Saúde, Gilberto Occhi. A unidade tem capacidade para realizar 40,8 mil exames por mês e irá beneficiar 11 municípios da Baixada Fluminense.

Ainda em agenda no Rio de Janeiro, o ministro entregou 01 caminhonete para o município de Belford Roxo, que será usada em atividades de prevenção e controle de endemias, como doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti (dengue, zika e chikungunya).

O Centro de Imagem e Diagnóstico de São João de Meriti terá capacidade para realizar 40,8 mil exames por mês, como ressonância magnética, tomografia computadorizada, ultrassonografia, mamografia, ecocardiografia, densitometria óssea, radiodiagnóstico, como raio-X, entre outros. Cerca de 11 municípios da Baixada Fluminense serão beneficiados com o funcionamento do Centro, entre eles:  São João de Meriti, Nilópolis, Mesquita, Duque de Caxias, Belford Roxo, Nova Iguaçu, Queimados, Japeri, Seropédica, Itaguaí e Magé.

Antes, esses municípios disputavam vagas com a população do município do Rio de Janeiro no Centro Estadual de Imagens (Rio Imagem), uma vez que não existia serviço público ou contratualizado com o SUS para realização de vários desses exames na região.

SAÚDE SUPLEMENTAR

O Ministro da Saúde, Gilberto Occhi, durante visita ao estado do Rio de Janeiro, participou ainda da cerimônia de abertura do 4º Fórum de Saúde Suplementar, organizado pela Federação Nacional de Saúde Suplementar (FenaSáude). Na ocasião o ministro apresentou o cenário do setor no país.

O Brasil conta hoje com cerca de mil operadoras de planos de saúde dividas em todo o país. São 47,3 milhões de brasileiros com planos de assistência médica e 23,7 milhões possuem planos odontológicos. O evento que reúne os principais representantes do setor privado no Brasil, vai debater durante os dias 22 e 23 de outubro os principais gargalos da saúde suplementar, entre os temas em destaque, a economia da saúde, futuro da informação e como fortalecer a atenção primária à saúde nos planos de saúde.

Por Nicole Beraldo, da Agência Saúde
Atendimento à imprensa
(61) 3315-3880 / 3587

Fim do conteúdo da página