Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

Campanha Amamentação 2019

Início do conteúdo da página

SESAI leva serviço odontológico ao Povo Suruwahá

Escrito por cristiane.carvalho | | Publicado: Quarta, 21 de Novembro de 2018, 09h32 | Última atualização em Quarta, 21 de Novembro de 2018, 16h02

Operação coordenada pela SESAI é realizada em parceria com a Organização Doutores Sem Fronteiras e FUNAI, com apoio das Forças Armadas

Os indígenas Suruwahá, etnia de recente contato, receberão atendimento odontológico entre os dias 21 a 26 de novembro na aldeia onde vivem, localizada em área do município de Tapauá, ao sul do Amazonas. Profissionais da Associação Doutores Sem Fronteiras, com apoio da Secretaria Especial de Saúde Indígena - SESAI do Ministério da Saúde e das Forças Armadas realizarão procedimentos nos 154 indígenas da etnia. Os atendimentos serão realizados em quatro consultórios odontológicos portáteis da SESAI que também fornecerá outros materiais para os atendimentos. Além disso, os Doutores sem Fronteiras levarão para a área indígena materiais especializados necessários para a confecção de próteses dentárias.

Habitantes de terras entre os igarapés Riozinho e Coxodoá no médio rio Purus, os Suruwahá usam os dentes na caça, pesca e também na confecção de artesanato, o que torna a assistência odontológica ainda mais importante para o povo indígena. A SESAI oferece, por meio do Distrito Sanitário Especial Indígena Médio Rio Purus, um programa de atenção básica permanente aos Suruwahá e tem procurado fortalecê-la. Em abril desse ano, todos os 154 indígenas da etnia passaram por consulta odontológica e cerca de 40 indígenas foram diagnosticados com necessidade de próteses ou de tratamento de canal. É justamente para atender essa demanda que será feita a ação em parceria com os Doutores Sem Fronteiras.

A ação é dividida em três etapas.  Na primeira foi feita a avaliação e adequação das estruturas disponíveis para a realização do evento, a segunda será a execução dos procedimentos  odontológicos e a terceira será o monitoramento e avaliação dos resultados. Participarão da ação 9 profissionais da associação e 36 colaboradores. As Forças Armadas participarão da iniciativa com o transporte de profissionais e equipamentos em um helicóptero,  avião e barco da Força Aérea Brasileira – FAB.

A expectativa é de que 90% dos indígenas tenham todas as necessidades de tratamento odontológico especializado dentário concluídas. Além disso, serão distribuídos kits de material de higiene pessoal com escova, creme dental fluoretado, fio dental e sabonete para todos os membros da etnia. Todos os colaboradores da SESAI que participam da ação passaram por uma atualização em Prótese Dentária e realizarão investigação dos fatores de risco associados ao desenvolvimento da cárie e da perda dental dos indígenas. Para o secretário especial de Saúde Indígena do Ministério da Saúde, Marco Antonio Toccolini, a ação em conjunto com a Associação Doutores Sem Fronteiras “é fundamental para garantir o atendimento de todas as necessidades de assistência odontológica dos Suruwahá, complementando as atividades que realizamos cotidianamente com as equipes da SESAI”.

Atendimento ampliado aos indígenas

Diferentemente da atenção primária prestada pela SESAI em áreas indígenas – promoção e prevenção da saúde, atendimentos básicos, educação em saúde, bem como construção de sistemas sanitários –, as ações de saúde com participação voluntária ampliam o acesso dos índios a procedimentos mais complexos, rotineiramente disponíveis em áreas distantes das aldeias. Com as parcerias, a SESAI organiza a logística e cria as condições para que médicos e dentistas voluntários atuem, sempre com o apoio direto das Equipes Multidisciplinares de Saúde Indígena (EMSI).

Entre as parcerias, pode-se destacar a ONG Expedicionários da Saúde (EDS), organização não governamental que, junto com a SESAI, realiza expedições em territórios de difícil acesso, para ampliar a assistência médico-odontológica aos índios. Essas expedições ocorrem a partir de mapeamentos e definições de áreas feitas pela SESAI e contam com a participação do Exército e da Aeronáutica, que providenciam o transporte do material necessário aos procedimentos de assistência à saúde, que começam com triagens iniciais dos pacientes realizadas pela Secretaria.

Essas incursões por territórios longínquos exigem grandes esforços e investimentos. Além dos profissionais voluntários que integram a EDS, a ONG disponibiliza barracas para cirurgia e outros serviços, instrumentos e produtos hospitalares, geradores, infraestrutura para períodos pré e pós-operatórios. Fora a infraestrutura móvel, as equipes da SESAI e EDS também constroem galpões, geralmente utilizados depois para atividades diversas, como centros culturais ou escolas.

Por Murilo Caldas da SESAI para Agência Saúde
Atendimento - (61) 3315-3580 / 2562

 

Fim do conteúdo da página