Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

Dia D

Início do conteúdo da página

Brasileiros ocupam todas as vagas deixadas por cubanos no Mais Médicos

Escrito por nivaldo.coelho | | Publicado: Quarta, 13 de Fevereiro de 2019, 10h26 | Última atualização em Quarta, 13 de Fevereiro de 2019, 14h43

Brasileiros formados no exterior escolheram as 1.397 vagas remanescentes nesta quarta-feira (13). Com o preenchimento das vagas, não deve haver chamada para profissionais de outros países

Todas as 8.517 vagas do atual edital do programa Mais Médicos, que ficaram abertas após o fim da cooperação com a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), foram preenchidas por profissionais brasileiros. Nesta quarta-feira (13) os brasileiros formados no exterior, que tiveram as inscrições validadas, selecionaram as 1.397 vagas que ainda estavam abertas no programa.

A lista com as vagas remanescentes em 667 localidades foi publicada nesta quarta-feira (13/2) no site do Programa. Os 3.828 candidatos aptos tinham até às 18h, de quinta-feira (14), para escolherem as cidades de atuação. No entanto, todas as vagas foram ocupadas antes das 9h desta quarta.

Confira aqui a lista das vagas selecionadas por brasileiros formados no exterior.

Após esta etapa, o Ministério da Saúde irá divulgar, em 19 de fevereiro, a lista completa dos profissionais alocados em cada localidade. Todos os profissionais alocados nesta etapa, que não tiverem o Registro do Ministério da Saúde (RMS), realizarão um módulo de acolhimento, onde terão aulas e passarão por avaliação da coordenação nacional do programa.

Com isso, não deve haver chamada para profissionais de outros países para este edital de reposição.

Cronograma

Confira o cronograma das próximas etapas:

13/02 – Publicação da relação dos municípios com vagas remanescentes;

13 e 14/02 – Brasileiros formados no exterior escolhem vagas disponíveis;

19/02 – Publicação final de brasileiros formados no exterior

Para acessar o cronograma, clique aqui!

Por Victor Maciel, da Agência Saúde
Atendimento à imprensa
(61) 3315-3580 / 3315 

Fim do conteúdo da página