Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

Todas as crianças de 6 meses a menores de 1 ano devem ser vacinadas contra o sarampo

Início do conteúdo da página

Cuiabá terá R$ 48,9 mi para atendimento hospitalar

Escrito por Ausinda Pereira | | Publicado: Segunda, 22 de Abril de 2019, 19h02 | Última atualização em Terça, 23 de Abril de 2019, 16h04

Recursos do Ministério da Saúde são destinados à abertura de 90 leitos e para custeio de serviços ambulatoriais e de internação, do Hospital Municipal Leony de Carvalho, em Cuiabá

A população de Cuiabá (MT) poderá contar com a ampliação da oferta de serviços ambulatoriais e de internação, além de novos 90 leitos que reforçarão a rede hospitalar no atendimento do SUS. Para tanto, o Ministério da Saúde libera R$ 48,9 milhões destinados ao Hospital Municipal Leony Palma de Carvalho, repassados através do Teto de Média e Alta Complexidade do estado de Mato Grosso e do município de Cuiabá. O anúncio da liberação dos recursos federais foi feito pelo ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, durante inauguração da 2ª etapa da unidade hospitalar, nesta segunda-feira (22).

Para o ministro Luiz Henrique Mandetta é importante reestruturar o sistema de saúde através da atenção primária, mas sem abrir mão das unidades hospitalares, dos bons equipamentos, dos bons médicos e enfermeiros que auscultam, que examinam e que ouvem a história dos pacientes. “Agora o hospital municipal de Cuiabá vai começar a atender e informar gradativamente ao Ministério sua produção. Vamos chegar ao ponto de equilíbrio da unidade e, assim, garantir o custeio para realizar um trabalho sustentável no coração da América do Sul”, ressaltou ministro da Saúde.

Leia também: Nova etapa de vacinação contra gripe começa e inclui forças de segurança e salvamento

O Hospital Municipal Leony Palma de Carvalho é de grande porte, de atendimento geral com urgência e emergência. Possui 315 leitos gerais, sendo que destes, 265 são do SUS. Isso representa 16,48% do total de leitos do município de Cuiabá. Com a entrega da segunda etapa de construção do hospital municipal, o Ministério da Saúde habilita o funcionamento de 90 leitos de enfermaria que serão distribuídos da seguinte forma: 30 leitos femininos e 60 masculinos, sendo que desse total, 3 leitos são de estabilização. Em 2018, a unidade recebeu do Governo Federal recursos no valor de R$ 69,9 milhões para aquisição de equipamentos e materiais permanentes.

Uma terceira etapa está prevista para ser inaugurada em maio de 2019. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, assim que estiver em pleno funcionamento, o Hospital deverá ofertar por mês 6.112 consultas eletivas, 8.150 atendimentos de urgência e Emergência (consultas), 823 procedimentos de urgência e emergência (cirúrgicos e clínicos) ambulatoriais; 25.026 procedimentos de diagnósticos clínicos; 1.035 internações hospitalares/mês e 1.761 diárias de UTIs Intensivas e semi-intensivas.

INVESTIMENTOS EM MATO GROSSO

O limite financeiro da Média e Alta Complexidade Ambulatorial e Hospitalar destina-se ao financiamento dos procedimentos e de incentivos permanentes, transferidos mensalmente para custeio de ações de média e alta complexidade. Por meio desse recurso, o Estado de Mato Grosso, recebeu do Ministério da Saúde, no ano de 2018, R$ 458.9 milhões. No mesmo ano, o município de Cuiabá recebeu R$ 170,6 milhões, referente ao Teto MAC. Com esses valores, estado e município custearam serviços como consultas, exames, diagnósticos, tratamentos clínicos e cirúrgicos, reabilitações, acompanhamento pré e pós-operatório, entre outros serviços e procedimentos de média e alta complexidade.

Por Zinda Perrú, da Agência Saúde
Atendimento à imprensa
(61) 3315-3587

Assuntos em destaques

Fim do conteúdo da página