Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

Dia D

Início do conteúdo da página

Brasileiros formados no exterior iniciam módulo de acolhimento do Mais Médicos

Escrito por André | | Publicado: Quarta, 28 de Agosto de 2019, 19h29 | Última atualização em Quarta, 28 de Agosto de 2019, 19h42

Etapa integra profissionais para atuação na Atenção Primária do SUS pelo Programa Mais Médicos. Os médicos começarão as atividades nos municípios a partir do dia 19 de setembro

Nesta semana, 481 brasileiros formados no exterior iniciaram o Módulo de Acolhimento e Avaliação (MAAv), em Brasília (DF), que antecede o início da atuação pelo programa Mais Médicos. Esses profissionais foram selecionados na última etapa do Edital nº 11/2019. Este é o primeiro momento formativo desses médicos e tem o objetivo de integrá-los para atuação generalista na Atenção Primária no Sistema Único de Saúde (SUS). Esta etapa segue até o dia 18 de setembro e os profissionais começam as atividades nos municípios entre os dias 19 de setembro e 2 de outubro.

Ao todo, foram selecionados 572 profissionais, contudo, os demais já participaram do programa e, desta forma, não precisam realizar novamente o Módulo de Acolhimento e Avaliação e já podem se deslocar para os municípios de atuação. Os médicos devem atuar em municípios com os mais altos índices de vulnerabilidade do país, reforçando o atendimento na Atenção Primária. Das 589 vagas ofertadas pelos profissionais, 60% são para locais com maior grau de vulnerabilidade (perfis 6, 7 e 8) e contemplam os 26 estados. Os 14 Distritos Sanitários de Saúde Indígena (DSEIs) ofertados tiveram todas as vagas ocupadas.

 

INTEGRAÇÃO MAIS MÉDICOS

O MAAv aborda, entre outras temáticas, Saúde Coletiva, Prática Médica na Atenção Primária, Acesso às Informações em Saúde, Cuidado Integral e Ética Médica. Para ingressarem no Programa, os médicos devem ser aprovados no MAAv. Só então seguem para as atividades da especialização. 

A abertura do Módulo foi realizada pelo diretor de Programas da Secretaria de Atenção Primária à Saúde do Ministério da Saúde, Lucas Wollmann, que apresentou os desafios da atenção primária e as perspectivas de atuação dos profissionais nos municípios.

O coordenador-geral de Provisão de Profissionais para Atenção Primária, Alexandre Mendonça, falou sobre a inédita criação da Secretaria de Atenção Primaria à Saúde, no Ministério da Saúde, e destacou a necessária dedicação dos participantes às aulas ministradas e a importância da ética profissional durante o exercício das atividades.

Também estiveram presentes na abertura do Módulo representantes do Ministério da Educação, órgão responsável pelo cronograma de atividades e provas.

Da Agência Saúde
Atendimento à imprensa
(61) 3315-3580 / 2351 / 2745

Fim do conteúdo da página