Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
    Você está aqui:
  1. Página inicial
  2. >
  3. Últimas notícias
  4. >
  5. Notícias AISA
  6. >
  7. INCA é referência para projeto de cooperação com El Salvador
Início do conteúdo da página

INCA é referência para projeto de cooperação com El Salvador

Escrito por Gustavo Frasão | Publicado: Sexta, 24 de Agosto de 2018, 14h01 | Última atualização em Sexta, 24 de Agosto de 2018, 14h01

A iniciativa é uma das atividades previstas no projeto de cooperação técnica firmado com o Ministério da Saúde brasileiro para fortalecer as equipes multidisciplinares de El Salvador

Entre os dias 27 e 31 de agosto, o Instituto Nacional do Câncer (INCA), no Rio de Janeiro, recebe delegação de El Salvador para conhecer as boas práticas voltadas à abordagem integral de diferentes tipos de câncer e tratamentos paliativos no Brasil. A missão faz parte das atividades de cooperação técnica Brasil-El Salvador com o projeto “Fortalecimento das Capacidades de Equipe Multidisciplinar de Saúde para Abordagem Integral de Doenças Não Transmissíveis Priorizadas”.

O projeto visa capacitar equipe multiprofissional de El Salvador nas competências técnicas voltadas à abordagem integral de doenças não transmissíveis priorizadas, sendo elas, diabetes mellitus, hipertensão arterial, obesidade, doença renal crônica e câncer e tratamentos paliativos. O Projeto, assinado em abril de 2017, tem vigência prevista de 24 meses.

A delegação, composta por três médicos salvadorenhos, participará de reuniões com representantes do INCA para conhecer a expertise na área de câncer e cuidados paliativos. Na agenda estão previstas as visitas ao Hospital do Câncer I (HC I), a maior unidade hospitalar do Instituto, que presta assistência médico-hospitalar gratuita para pacientes com câncer; e ao Hospital do Câncer IV (HC IV), unidade de Cuidados Paliativo responsável pelo atendimento ativo e integral aos pacientes do Instituto portadores de câncer avançado, sem possibilidades de cura.

A equipe se reunirá também com a Coordenação de Prevenção e Vigilância (Conprev) do Instituto, responsável pelo desenvolvimento e implementação das ações nacionais de promoção da saúde, prevenção, detecção precoce e vigilância do câncer, de forma articulada e integrada à Secretaria de Atenção à Saúde (SAS) e a outros órgãos do Ministério da Saúde (MS), implementando o monitoramento e a avaliação das ações de controle do câncer de modo contínuo e sistemático.

COOPERAÇÃO

Essa é a terceira atividade de cooperação prevista no Projeto com o Ministério da Saúde de El Salvador. Em março desse ano, equipe multidisciplinar salvadorenha visitou o Centro de Referência Estadual para Assistência ao Diabetes e Endocrinologia - CEDEBA, em Salvador (BA), para explorar a abordagem integral de diabetes mellitus, hipertensão arterial e obesidade. Em maio, delegação realizou intercâmbio no Hospital das Clínicas de Porto Alegre da Universidade Federal do Rio Grande do Sul para conhecer boas práticas voltadas ao atendimento da doença renal crônica.

Por Anna Lima, do Nucom AISA
Atendimento à imprensa - (61) 3315-3580

Fim do conteúdo da página