Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

INFORME AS DOSES E ESTOQUES DAS VACINAS EM SEU MUNICÍPIO ATÉ 30/11

Início do conteúdo da página

Hospital do Andaraí realiza mutirão para retirada de câncer de pele

Escrito por Leonardo | | Publicado: Quarta, 31 de Agosto de 2016, 12h58 | Última atualização em Quarta, 31 de Agosto de 2016, 12h58

Unidade do SUS no Rio de Janeiro faz 1,2 mil procedimentos desse tipo por ano. Outros mutirões estão previstos até o final do ano

Um mutirão de cirurgias no Hospital Federal do Andaraí (HFA), unidade do Departamento de Gestão Hospitalar do Ministério da Saúde no Rio de Janeiro, está duplicando os procedimentos diários de reparação de tumores de pele e antecipando a chamada dos pacientes que aguardam na fila. A etapa atual ocorre nesta terça-feira (30/8), mas outros mutirões desse tipo estão previstos para até o final do ano.

A ação organizada pela unidade e a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica beneficia diretamente pacientes como a aposentada Maria do Socorro Araujo Alcântara, 60 anos, do Rio, que antecipou em um mês a cirurgia já prevista no rosto para o final de setembro. “Em 30 minutos, retirei o tumor, que começou só como um sinal, uma verruga há um ano, e que tinha se tornado pior”, conta ela.

Segundo o chefe do serviço de cirurgia plástica do HFA, Carlos Del Piño Roxo, a agilidade no tratamento e na cirurgia são fatores essenciais para que tumores desse tipo não cresçam e para que se mantenha a possibilidade de operá-los enquanto há grandes chances de cura sem provocar deformidades. Na unidade, ocorrem 1,2 mil cirurgias de pequeno e médio porte de tumor de pele por ano. A fila atualmente está em cerca de cem pacientes agendados até o final de novembro. Mas a fila é dinâmica e surgem diariamente urgências e emergências.

“A questão é que somos unidade de referência no SUS e todos os dias ingressam novos pacientes com tumores. Por isso, é tão importante que ocorra este esforço para acelerar a resolução dos problemas das pessoas”, avalia Roxo.

 ATENDIMENTO HUMANIZADO – O Hospital Federal do Andaraí organizou um sistema de acolhimento ao paciente que prevê a atuação de uma mesma equipe médica e de enfermagem desde a primeira consulta até a retirada dos pontos pós-cirurgias e finalização do tratamento.

 “Quando a gente descobre o que tem, a ansiedade toma conta, dá medo”, lembra o autônomo Marcos Grego de Aguiar, 38, de Angra dos Reis. Ele revela que seu maior temor era o período pós-cirúrgico. Submetido a cirurgia de tumor no rosto no último dia 17, retornou ao hospital nesta terça-feira para retirar os pontos. “Ter uma mesma equipe olhando por mim dá confiança”, reconhece.

Assessoria de Imprensa do Departamento de Gestão Hospitalar
(21) 3985-7475

Fim do conteúdo da página