Ir direto para menu de acessibilidade.
    Você está aqui:
  1. Página inicial
  2. >
  3. Últimas notícias
  4. >
  5. Notícias SAS
  6. >
  7. MS Implanta Excelência Operacional nas Emergências do SUS em Tocantins
Início do conteúdo da página

MS Implanta Excelência Operacional nas Emergências do SUS em Tocantins

Escrito por alexandreb.sousa | Publicado: Quarta, 13 de Junho de 2018, 17h07 | Última atualização em Quarta, 13 de Junho de 2018, 17h07

Projeto implantado no Hospital Geral de Palmas, em julho de 2017, começa a apresentar resultados

Um dos seis hospitais pioneiros na implantação da metodologia Lean, o Hospital Dr. Francisco Ayres - HGP, que fica em Palmas - TO, está reestruturando seus processos de gestão desde julho de 2017, e já aponta os primeiros resultados.

Para a diretora geral-adjunta do Hospital, Renata Nogueira Duran, o que mais chamou a atenção durante esses últimos meses de implantação da metodologia Lean foi a organização do fluxo no “Fast Track” (processo acelerado) e também na reorganização e composição das equipes com a presença do "fluxista" para maior agilidade das atividades voltadas a assistência e melhor orientação das equipes para a "tomada de decisão".

A iniciativa também possibilitou ao paciente ser atendido com mais rapidez e qualidade, já que houve uma agilização dos encaminhamentos de assistência e redução da superlotação.

Segundo a direção do Hospital, três fases da implementação do sistema Lean foram fundamentais para que os resultados surgissem. Primeiramente foi a conscientização da equipe gestora, posterior e não menos importante foi o treinamento das equipes envolvidas, e a construção coletiva do Plano de Contingência que foi a principal fase de implementação.

Atualmente o HGP encontra-se na fase de manutenção das atividades. O que significa melhorar a desospitalização e simultaneamente às adequações estruturais.  Com essas ações o hospital está há mais de 20 dias sem nenhum paciente no corredor.

A expectativa da diretora geral-adjunta do Hospital é dar continuidade no Projeto com apoio no monitoramento e implementação das ações. “Podemos ser multiplicadores do aprendizado principalmente no Estado do Tocantins, completa Renata. ”

O HOSPITAL GERAL DE PÚBLICO DE PALMAS

Foi inaugurado em 10 de agosto de 2005, substituindo o antigo Hospital Comunitário de Palmas, criado em 1.989. Ele conta com 395 leitos de internação. Seu pronto-socorro é referência para atendimentos de urgência e emergência não só para Palmas, mas para todo o Tocantins e Estados vizinhos, com uma média de 3.500 atendimentos mês. O pronto-socorro conta com três especialidades de plantonistas presenciais, sendo ortopedia, clínica médica e cirúrgica.

A METODOLOGIA

O Sistema Lean que pode ser traduzido como produção enxuta é uma metodologia japonesa que após a Segunda Guerra mundial chegou ao ocidente e foi utilizada em praticamente todos os setores produtivos. A partir da década de 90 houve uma adaptação para utilização na área da Saúde com impactos muito positivos.

A atual gestão do Ministério da Saúde trouxe para o SUS essa metodologia que melhora a gestão racionalizando recursos, otimiza espaço e insumos. O secretário de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde Francisco de Assis Figueiredo que é especialista em Gestão Hospitalar enxergou nos desafios do SUS uma oportunidade para alcançar melhores resultados, “quando se identificou que a superlotação é um problema de fluxo intra-hospitalar, passamos a racionalizar os recursos para qualificar o trajeto do paciente dentro das unidades” exemplifica o Secretário.

A ferramenta é utilizada atualmente pelo Hospital Regional da Região Noroeste de Goiânia Governador Otávio Lages Siqueira (HUGOL) em Goiás, Hospital Odilon Behrens de Belo Horizonte em Minas Gerais, Hospital São José de São José em Santa Catarina, o Hospital Geral de Palmas no Tocantins, Hospital de Messejana em Fortaleza no Ceará e o Hospital Geral do Grajaú na cidade de São Paulo, todos são 100% SUS e estão utilizando a metodologia com excelentes resultados. O projeto do Ministério da Saúde é realizado em parceria com o Hospital Sírio Libanês, por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do SUS (PROADI-SUS).

Este ano a expectativa é ampliar a implantação do sistema Lean para mais cem hospitais.

Por Bruna Bonelli e Tiago Souza, do Nucom/SAS/MS

Atendimento à imprensa
(61) 3315-3580

Fim do conteúdo da página