Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

INFORME AS DOSES E ESTOQUES DAS VACINAS EM SEU MUNICÍPIO ATÉ 30/11

Início do conteúdo da página

Ministério da Saúde participa do Fórum Latino Americano e do Caribe

Escrito por André | | Publicado: Quinta, 22 de Fevereiro de 2018, 19h17 | Última atualização em Quinta, 22 de Fevereiro de 2018, 19h17

O Encontro é destinado a servidores públicos da área de saúde, sexual e reprodutiva, UNFPA e membros das organizações da sociedade dos países da América Latina

O evento “Abordando barreiras aos insumos de saúde sexual e reprodutiva na América Latina” acontece em Lima, Peru nos dias 20 a 22 de fevereiro com representantes dos seguintes países: Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai e Peru.

A delegação do Brasil é composta por técnicos do Ministério da Saúde da Secretaria de Ciência e Insumos Estratégicos (SCTIE), especificamente, do Departamento da Assistência Farmacêutica (DAF) e Departamento do Complexo Industrial e Inovação em Saúde (DECIIS).

A iniciativa propicia espaço para a troca de experiências e a discussão sobre as prioridades regionais para alcançar um maior acesso a insumos em saúde sexual reprodutiva (SRR) na região. Um dos temas de destaque do evento é a discussão sobre: “Recursos existentes para alcançar preços exequíveis. Proteções financeiras e pré-qualificação da OMS, reflexões da LAC e do mundo”.

Por sua vez, o Ministério da Saúde apresenta iniciativa conjunta o UNFPA Brasil para auxiliar empresas brasileiras no processo de pré-qualificação da OMS/UNFPA a entrarem em mercados internacionais.

O evento busca responder a seguinte pergunta: Como melhorar o acesso dos países da região a insumos e medicamentos de saúde sexual e reprodutiva, mediante uma aquisição mais eficiente de produtos de qualidade assegurada?

Busca ainda atingir os seguintes objetivos:

Disseminar na América Latina os diferentes mecanismos de compras que favorecem compras a preços mais baixos, como volume garantido, negociação de preços, compras do PSB/UNFPA, entre outros;

Analisar os pontos críticos que se tornam barreiras para alcançar uma maior acessibilidade aos insumos e medicamentos de Saúde Sexual e Reprodutiva;

Analisar a viabilidade para cada país dos diferentes recursos selecionados para a aquisição de medicamentos selecionados de Saúde Sexual e Reprodutiva;

  1. d) desenhar uma rota crítica para um plano de melhoria para aquisições associadas aos insumos e medicamentos de Saúde Sexual e Reprodutiva.

Durante o evento, “O Encontro “, as causas que dificultam o acesso aos insumos e medicamentos em SSR de qualidade de forma oportuna e a preços adequados serão analisadas. Ainda são apresentadas diferentes estratégias para promover discussões que permitam, a posteriori, espaços de reflexões sobre estas ferramentas.  No final do encontro será apresentada uma proposta de uma agenda nacional e regional.

Por Patrícia Brito, do Nucom SCTIE/DAF
Assessoria de Comunicação do Gabinete
(61) 3315- 3580/3174/2918

Fim do conteúdo da página