Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

Banner estatico portal 960 x 100

Início do conteúdo da página
AÇÃO INTEGRADA

No Acre, indígenas recebem orientações sobre alimentação saudável

Escrito por Leonardo | | Publicado: Quinta, 29 de Outubro de 2015, 17h01 | Última atualização em Segunda, 29 de Maio de 2017, 11h48

Atividade promovida pela equipe de Saúde Bucal busca incentivar o consumo de alimentos plantados pela própria comunidade

Para conscientizar os indígenas sobre a importância de manter uma alimentação saudável, equipes do Polo Base de Cruzeiro do Sul, do Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI) Alto Rio Juruá, no Acre, realizaram uma atividade que envolveu crianças e adultos de aldeias da terra indígena Katukinas, distante 60 quilômetros de Cruzeiro do Sul.

Com o auxílio de enfermeiros do Polo Base, a equipe de Saúde Bucal montou uma mesa com alimentos plantados pela própria comunidade - como banana, macaxeira, mamão, cana, ingá, batata doce, inhame e pupunha - para incentivá-los a utilizar aquilo que eles mesmos cultivam.

“Como a BR-364 atravessa a terra indígena em toda sua extensão, isso facilita o contato dos indígenas com os alimentos industrializados, como refrigerantes, biscoitos e doces, o que prejudica a saúde bucal das crianças”, explica a cirurgiã dentista, Leydi Guerra.

Aproveitando a comemoração pelo Mês das Crianças, cerca de 60 menores, de dois a 10 anos, além das mães, participaram da atividade. Na ocasião, também foram avaliadas dez crianças com baixo peso, que são semanalmente monitoradas e acompanhadas pela equipe de enfermagem através da pesagem e com suplementação alimentar.

“Realizamos palestras de orientação indicando os benefícios de se consumir alimentos saudáveis, tanto para a saúde física quanto para a saúde bucal da população. Depois, oferecemos os alimentos aos participantes e finalizamos com a escovação supervisionada de todos eles”, acrescenta Leydi.

Este foi o segundo ano consecutivo que a equipe de saúde realizou esta atividade no mês de outubro, buscando conscientizar a população das aldeias da terra indígena Katukinas a terem uma alimentação saudável.

“Nesses dois anos de trabalho, conseguimos recuperar crianças que estavam com baixo peso, além de melhorar a saúde bucal da população e diminuir o índice de cárie. Ações como essa são muito importantes para levar mais qualidade de vida à comunidade indígena”, conclui a odontóloga Daiane Abreu, responsável técnica pelo programa de Saúde Bucal do DSEI.


Por Graziela Oliveira
Fotos: Acervo/DSEI

Fim do conteúdo da página