Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

INFORME AS DOSES E ESTOQUES DAS VACINAS EM SEU MUNICÍPIO ATÉ 30/11

Início do conteúdo da página

Secretário de Saúde Indígena destaca na ONU trabalho desenvolvido pelo governo brasileiro

Escrito por alexandreb.sousa | | Publicado: Quinta, 19 de Abril de 2018, 14h41 | Última atualização em Quinta, 19 de Abril de 2018, 15h15

Em discurso para representantes de  países onde vivem 370 milhões de indígenas, Toccolini destaca o caráter público da assistência e a disposição brasileira em firmar novas parcerias.

Box Title

Foto: Divulgação/Sesai/MSSecretário da SESAI, Marco Toccolini, realiza uma fala durante o Fórum Permanente das Nações Unidas para Assuntos Indígenas na sede da ONU, em Nova Iorque.

Na data em que é comemorado o Dia do Índio, o secretário Especial de Saúde Indígena, Marco Antonio Toccolini, discursa na sede da Organização das Nações Unidas (ONU), como parte da programação do Fórum Permanente das Nações Unidas para Assuntos Indígenas, que acontece em Nova Iorque até o dia 27 de abril.

Toccolini destaca em seu discurso o financiamento público para a oferta universal de saúde aos brasileiros e as características do Subsistema de Atenção aos Povos Indígenas (SasiSUS), que oferta serviços de atenção básica em saúde a mais de 760 mil indígenas brasileiros, sejam eles residentes nas proximidades de cidades, sejam os localizados em áreas remotas, inclusive povos de recente contato e isolados.

O trabalho desenvolvido pela Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai/MS) foi responsável por 4 milhões de atendimentos e procedimentos de atenção primária em 2017. O trabalho é executado por cerca de 800 Equipes Multidisciplinares de Saúde Indígena, que atuam dentro das terras indígenas. Mais de 50% da força de trabalho é de indígenas, especialmente os Agentes Indígenas de Saúde (AIS) e de Saneamento (AISAN), que atuam não só com ações de promoção da saúde, mas também como tradutores ou intérpretes, facilitando o diálogo entre as culturas.

Concluindo a sua fala para representantes de 90 países do mundo, onde vivem cerca de 370 milhões de indígenas, o secretário ressalta a parceria de longo tempo entre o governo brasileiro e a Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), e ratifica a disposição brasileira em estabelecer novas parcerias com outros governos, organizações governamentais e não-governamentais e entidades indígenas.

Por Beth Almeida, do Nucom/Sesai
Atendimento à imprensa 
(61) 3315-2861/3580

Fim do conteúdo da página