Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

INFORME AS DOSES E ESTOQUES DAS VACINAS EM SEU MUNICÍPIO ATÉ 30/11

Início do conteúdo da página

SESAI qualifica profissionais em abordagens a indígenas isolados e de recente contato

Escrito por Gustavo Frasão | | Publicado: Segunda, 13 de Agosto de 2018, 18h52 | Última atualização em Segunda, 13 de Agosto de 2018, 19h02

O foco do trabalho foi o povo Suruwahá e o plano de contingência dos povos Hi-Merimã, grupos de indígenas isolados ou de recente contato

A Secretaria Especial de Saúde Indígena (SESAI) do Ministério da Saúde realizou, por meio do Distrito Sanitário Especial Indígena Médio Rio Purus (DSEI-Médio Rio Purus), oficina de qualificação para abordagens a indígenas de recente contato e estratégias de proteção à saúde de grupos isolados. O treinamento ocorreu no período de 31 de julho a 02 de agosto, com o apoio da Frente de Proteção Etnoambiental Madeira/Purus, Coordenação Geral de índios Isolados e de Recente Contato/FUNAI e da Fundação Oswaldo Cruz de Minas Gerais.

O foco dos trabalhos foi o povo Suruwahá, grupo de indígenas formado por 153 indivíduos, todos falantes da língua suruwahá, pertencente à família linguística arawa. Esse grupo vive em terras altas às margens do igarapé Pretão (Jukihi), entre os rios Riozinho (Hahabiri) e Coxodoá (Haxiniawa), afluentes da margem direita do Rio Cuniuá (Kuniria), localizado na bacia do curso médio do Rio Purus, ao sul do Estado do Amazonas.

A “Oficina de qualificação de saúde indígena para atuação junto ao povo Suruwahá” discutiu propostas de adequação das ações de saúde a concepções cosmológicas e terapêuticas dos Suruwahá e o plano de contingência dos povos isolados Hi-Merimã. Com o apoio de especialistas com experiência com os Suruwahá, o evento abordou questões sensíveis às percepções etno-específicas de saúde/doença, dentro de perspectivas de potencialidades de tratamentos relacionados à cura e à doença e de como elas são produzidas nesses contextos.

Povos indígenas isolados e de recente contato

Os povos indígenas isolados e de recente contato têm especificidades que demandam ações diferenciadas para a proteção da saúde, por isso o treinamento de profissionais é parte da estratégia da SESAI para o desenvolvimento de ações adequadas às necessidades desses grupos.

Indígenas de recente contato: povos ou agrupamentos que mantêm relações de contato ocasional, intermitente ou permanente com segmentos da sociedade nacional, com reduzido conhecimento dos códigos ou incorporação dos usos e costumes da sociedade envolvente e que conservam significativa autonomia sociocultural.

Indígenas isolados: grupos ou segmentos que, sob a perspectiva do Estado brasileiro, não mantêm contatos intensos e/ou constantes com a população majoritária, evitando contatos com pessoas exógenas a seu coletivo.

Por Marcelo de Paiva, do Nucom/Sesai

Fim do conteúdo da página