Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
    Você está aqui:
  1. Página inicial
  2. >
  3. Últimas notícias
  4. >
  5. Notícias SESAI
  6. >
  7. OAB promove audiência pública sobre Saúde Indígena no Mato Grosso do Sul
Início do conteúdo da página

OAB promove audiência pública sobre Saúde Indígena no Mato Grosso do Sul

Escrito por Gustavo Frasão | Publicado: Quinta, 02 de Maio de 2019, 14h43 | Última atualização em Quinta, 02 de Maio de 2019, 14h43

Grupo de trabalho que será formado vai mapear e priorizar o que deve ser enfrentado de imediato para melhorar os serviços da Saúde Indígena

Foto: Gerson Walber - OAB/MS

Com a participação da secretária Especial de Saúde Indígena, Sílvia Waiãpi, a Ordem dos Advogados do Brasil do Mato Grosso do Sul (OAB-MS) promoveu, dia 30 de abril, em Campo Grande, audiência pública com o propósito de debater e buscar melhorias para os serviços de saúde à população indígena do Estado, a cargo da Secretaria Especial de Saúde Indígena (SESAI), órgão do Ministério da Saúde (MS). O evento foi organizado pela Comissão de Direitos Humanos da OAB-MS e contou com inúmeras lideranças dos cerca de 81 mil indígenas aldeados no território do Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI) Mato Grosso do Sul. 

Também estavam presentes na audiência pública o vice-presidente e a secretária-geral adjunta da OAB -MS, Gervásio Alves de Oliveira Júnior e Eclair Nantes; os representantes do governo do Mato Grosso do Sul Silvana Terena – subsecretária de Políticas Públicas para a População Indígena –, Luciana Azambuja, subsecretária Especial de Cidadania –, Maria Thereza Trad – subsecretária adjunta da Cidadania –, e Geraldo Resende – secretário de Estado de Saúde –; além de Fernando Souza, coordenador do DSEI MS; e Neila Ferreira Mendes, defensora pública e coordenadora do Núcleo Institucional de Promoção e Defesa dos Povos Indígenas e da Igualdade Racial e Étnica.

A secretária Sílvia Waiãpi, que assumiu a SESAI há poucos dias, explicou que nesse início de mandato está se inteirando da real situação de todos os DSEI no Brasil, mas que é fundamental que todos “arregacem as mangas” e trabalhem unidos em favor da Saúde Indígena. “Aqui estou para estreitar os laços com todos os poderes do Estado. Vamos juntos melhorar a Saúde Indígena no Mato Grosso do Sul. Infelizmente, nossa população vive em situação de vulnerabilidade, mas estamos aqui para fazer a diferença”, enfatizou a titular da SESAI.

DSEI Mato Grosso do Sul

O coordenador do DSEI Mato Grosso do Sul, Fernando de Souza, fez uma explanação sobre a situação da Saúde Indígena no Estado e apresentou os números da Secretaria: “a SESAI atende 81.960 indígenas de oito etnias, sendo o DESEI Mato Grosso do Sul o maior dos 34 Distritos existentes no Brasil. São 78 aldeias, que estão presentes em 32 dos 79 municípios do Estado. Para a prestação dos serviços de saúde, investimos R$ 49 milhões por mês em recursos humanos, além de outros R$ 25 milhões para o custeio. Temos 872 profissionais de saúde, subdivididos em 29 equipes, que prestam atendimento em 75 unidades”. O coordenador informou, também, que a estrutura disponível está sucateada e que o atendimento precisa ser ampliado.

A subsecretária Especial de Cidadania, Luciana Azambuja, destacou a preocupação do governo do Estado com os povos indígenas: “O governo estadual tem a preocupação com a dignidade da pessoa humana, e se a gente quer construir uma sociedade livre, justa e democrática, isso se faz com a participação de todas as pessoas. Está na letra da lei promover o bem de todos sem preconceito de origem. Sabemos que ainda temos muitas barreiras para serem ultrapassadas. E o que nos cabe na pasta da Cidadania é zelar pelas políticas públicas indígenas, e essa não se faz dentro do gabinete, se faz ouvindo as pessoas como estamos fazendo hoje aqui”.

Após as considerações e as conclusões decorrentes das explanações e debates ao longo da audiência pública, ficou estabelecido que será criado um grupo de trabalho, com o propósito de mapear e priorizar as questões que devem ser enfrentadas de imediato na prestação de serviços à Saúde Indígena, para que propostas de melhorias possam ser elaboradas e implementadas.

Audiência com o governador

Após a audiência pública na OAB-MS, a secretária Especial de Saúde Indígena, Silvia Waiãpi, foi recebida pelo governador Reinaldo Azambuja, que reforçou o compromisso do Estado em apoiar o fortalecimento da Saúde Indígena no Mato Grosso do Sul: “Precisamos de planejamento e foco, o governo é parceiro. Temos como exemplo a Caravana da Saúde Indígena, que é um serviço de atendimento e prevenção que deu certo. Nosso objetivo é continuar levando assistência e saúde de qualidade”.

Por Comunicação SESAI para a Agência Saúde
Atendimento à Imprensa:
(61) 3315-3580

Fim do conteúdo da página