Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
    Você está aqui:
  1. Página inicial
  2. >
  3. Últimas notícias
  4. >
  5. Notícias SESAI
  6. >
  7. Sesai testa software que amplia controles de atendimentos
Início do conteúdo da página

Sesai testa software que amplia controles de atendimentos

Escrito por Gustavo Frasão | Publicado: Terça, 18 de Junho de 2019, 14h48 | Última atualização em Terça, 18 de Junho de 2019, 14h49

Aplicativo desenvolvido por empresa brasileira permite monitorar desde o deslocamento de profissionais até a distribuição de medicamentos e pode revolucionar atendimento de saúde pública

O Distrito Especial de Saúde Indígena Cuiabá está testando as funcionalidades de um aplicativo que permite controlar as visitas dos profissionais de saúde às áreas indígenas, a distribuição de medicamentos, o atendimento de cada profissional aos indígenas, entre muitas outras funções. O software foi desenvolvido por uma empresa brasileira e foi adotado pela Fundação São Vicente de Paulo, que presta serviços de saúde no DSEI Cuiabá e em outros dois distritos: Alto Rio Negro e Leste de Roraima, que em breve devem receber os controles do aplicativo.

Representantes da Fundação São Vicente de Paulo e da empresa que desenvolveu o programa estiveram na Secretaria Especial de Saúde Indígena e apresentaram todas as possibilidades de aprimoramento trazidas pela inovação tecnológica. Usando um tablete conectado à internet, o diretor comercial da empresa, Anderson Paniago, mostrou à secretária da SESAI, Sílvia Waiãpi, e a assessores da SESAI, como o aplicativo funciona e o que ele pode proporcionar à saúde indígena.

Fotos: Alejandro Zambrana

“Com o aplicativo, de patente brasileira, podemos controlar o perímetro de circulação de veículos, monitorar o deslocamento dos funcionários e sua produção diária, controlar o estoque de medicamentos e até exigir a biometria do paciente na hora da retirada de medicamentos” explicou Paniago ao fazer a demonstração. Atualmente, o Exército Brasileiro adota o aplicativo em um de seus hospitais em Brasília. Instalado há pouco mais de 30 dias, o aplicativo está funcionando bem no projeto piloto em Cuiabá – MT.

A empresa trabalha na construção do aplicativo há mais de 3 anos e oferece, junto com o software, todo o treinamento necessário para que os DSEIS possam utilizar todos as funcionalidades. Para o presidente da Fundação São Vicente de Paulo, Felipe Alves, o aplicativo oferece facilidade de acesso por meio da internet e permitirá acompanhar em tempo real os atendimentos feitos pelas equipes multidisciplinares de Saúde Indígena. “Esperamos, com isso, melhorar os indicadores de saúde das áreas em que prestamos serviços aos indígenas” afirma Felipe.

A secretária Sílvia Waiãpi ficou bem impressionada com o potencial do aplicativo e disse que a tecnologia pode ajudar no combate a desvios de recursos públicos e garantir atenção efetiva aos indígenas. “O pioneirismo da Sesai ao adotar o aplicativo mostra o quanto há determinação em aprimorar o atendimento e assegurar que os indígenas lá nas aldeias mais longínquas recebem a atenção de saúde que tanto necessitam” disse Silvia Waiãpi que espera ver essa e outras soluções tecnológicas aplicadas à saúde indígena em todo o Brasil.

Por Comunicação SESAI
Atendimento à imprensa:
(61) 3315.3580

Fim do conteúdo da página