Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

Banner estatico portal 960 x 100

Início do conteúdo da página

Comunidades indígenas do DSEI Porto Velho recebem poços tubulares e unidades sanitárias

Escrito por Leonardo | | Publicado: Quinta, 23 de Janeiro de 2014, 11h23 | Última atualização em Quarta, 20 de Novembro de 2013, 11h23

Comunidades indígenas do Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI) Porto Velho receberam melhorias com a construção de poços tubulares e unidades sanitárias. Os equipamentos foram entregues, recentemente, na aldeia Sotério, da Casa de Saúde Indígena (Casai) de Guajará-Mirim, e aldeia Cinco Irmãos, da Casai Ji-Paraná, em Rondônia.

Em Sotério, mais de 400 indígenas foram beneficiados com a construção de três Módulos Sanitários Domiciliares (MSD) e um poço artesiano. Na aldeia Cinco Irmãos, a comunidade recebeu um Módulo Sanitário Domiciliar e um poço artesiano.

Cada Módulo Sanitário Domiciliar é contemplado com fossa, sumidouro, sistema de abastecimento de água que inclui rede de distribuição entre módulo e reservatório estaleiro. Os poços artesianos têm 70 metros de profundidade.

"Mais poços e módulos sanitários já estão em funcionamento em outras aldeias da região, como na Casai Guajará-Mirim, na Aldeia Graças a Deus, atendendo cerca de 500 indígenas com a construção de quatros módulos sanitários e dois poços artesianos; e na Aldeia Tanajura, beneficiando uma população de 235 indígenas com a construção de mais um Módulo Sanitário Domiciliar e um poço artesiano", disse o coordenador do distrito, Jaumir Ferreira.

Outras aldeias beneficiadas
Além dessas, outras aldeias sob jurisdição do DSEI Porto Velho foram beneficiadas com equipamentos sanitários e poços artesianos: Cascalho, Saga Puga e Pepoyo, da Casai Ji-Paraná; e aldeia Tucumã, da Casai Alta Floresta do Oeste.

Por João Bosco de Araújo

Fim do conteúdo da página