Ir direto para menu de acessibilidade.
    Você está aqui:
  1. Página inicial
  2. >
  3. Últimas notícias
  4. >
  5. Notícias SESAI
  6. >
  7. Secretário da Sesai recebe visita do deputado federal Padre Ton
Início do conteúdo da página

Secretário da Sesai recebe visita do deputado federal Padre Ton

Escrito por Leonardo | Criado: Quarta, 27 de Novembro de 2013, 11h45 | Publicado: Quinta, 23 de Janeiro de 2014, 11h46 | Última atualização em Terça, 04 de Fevereiro de 2014, 16h01

Padre TonO secretário Especial de Saúde Indígena do Ministério da Saúde, Antônio Alves, recebeu, nesta quarta-feira (27), na sede da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai), em Brasília (DF), o deputado federal Padre Ton, de Rondônia. A intenção foi expandir um diálogo sobre a situação dos Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEIs) daquele estado – Porto Velho e Vilhena.

Um dos pedidos do parlamentar diz respeito a um levantamento sobre a situação estrutural das Casas de Saúde Indígena (Casais) de Rondônia. “Visitei a região, conversei com algumas pessoas, inclusive fui bem recebido pelos profissionais. Eles me pediram esse levantamento, essa atenção à situação das Casais”, disse o deputado, lembrando que os indígenas localizados nas regiões de Espigão, Cacoal, Alta Floresta, Riozinho e Guajará-Mirím sofrem com a ação dos não índios, principalmente no que tange à questão da mineração. “Esse contato com os não índios tem resultado no surgimento de várias doenças”, lembrou, referindo-se aos indígenas da etnia Cinta Larga.

O secretário da Sesai fez um breve levantamento das melhorias não só em Rondônia, mas em outros distritos pelo país. Lembrando que o Brasil tem 68 Casais em funcionamento, ele reforçou que muitas melhorias foram realizadas na atual gestão. O secretário também aproveitou a oportunidade para apresentar os modelos de Unidades Básicas de Saúde Indígena (UBSI) que, além do baixo custo para construção, atendem às necessidades dos povos indígenas. No entanto, Alves deixou claro que irá averiguar as informações repassadas pelo deputado. “Faremos esse levantamento e repassaremos, sempre prezando pela transparência”, frisou.

Por Paulo Borges
Fotos: Luís Oliveira/Sesai-MS

Fim do conteúdo da página