Ir direto para menu de acessibilidade.
    Você está aqui:
  1. Página inicial
  2. >
  3. Últimas notícias
  4. >
  5. Notícias SESAI
  6. >
  7. Macrorregião Nordeste unifica o entendimento sobre a 5ª CNSI
Início do conteúdo da página

Macrorregião Nordeste unifica o entendimento sobre a 5ª CNSI

Escrito por Leonardo | Criado: Segunda, 02 de Dezembro de 2013, 09h46 | Publicado: Sexta, 24 de Janeiro de 2014, 09h46 | Última atualização em Sexta, 24 de Janeiro de 2014, 09h47

Começaram os debates da 5ª Conferência Nacional de Saúde Indígena (5ª CNSI). A Macrorregional Nordeste, que engloba Alagoas e Sergipe, Bahia, Ceará, Maranhão, Potiguara e Pernambuco, optou por, no primeiro momento, unificar o entendimento sobre o eixo temático central da Conferência “Subsistema de Atenção à Saúde Indígena e SUS: Direito, Acesso, Diversidade e Atenção diferenciada”.

Para o Pajé Antônio Celestino, esse “é um momento histórico, mas é preciso ter cuidado e garra para fazer uma história de índio verdadeira. Peço a todos que participam da conferência para não fazermos propaganda. Temos o compromisso da causa indígena”. Os indígenas participantes da Macrorregião Nordeste expuseram suas expectativas, experiências e entendimentos do que será a 5ª CNSI.

Ailson dos Santos, do povo Truká de Pernambuco, colocou que o espaço da Conferência é um momento de ajustar os desafios e dificuldades da população indígena. “Vamos usar a Conferência como espaço político para fazer com que os municípios tenham responsabilidade com os povos indígenas”, ressaltou.

Coordenando os debates da Macrorregião Nordeste estão Carmem Pankararú e Gabriel Tapeba. Para auxiliar na relatoria, Isabela Siqueira, de Pernambuco, e Ana Maria Parente, do Ceará. O grupo nordeste decidiu por discutir a Carta Norteadora da Conferência no período da tarde. No entanto, o indígena Dourado Tapeba se adiantou e colocou a falta do tema do fortalecimento do Controle Social no texto. 

Por Ayana Carneiro Figueiredo - CNS
Foto: Natália Pires - CNS

Fim do conteúdo da página