Ir direto para menu de acessibilidade.
    Você está aqui:
  1. Página inicial
  2. >
  3. Últimas notícias
  4. >
  5. Notícias SESAI
  6. >
  7. Grupos de Trabalho da 5ª CNSI contam com participação ativa dos delegados
Início do conteúdo da página

Grupos de Trabalho da 5ª CNSI contam com participação ativa dos delegados

Escrito por Leonardo | Criado: Quinta, 05 de Dezembro de 2013, 10h29 | Publicado: Sexta, 24 de Janeiro de 2014, 10h29 | Última atualização em Quinta, 05 de Dezembro de 2013, 10h29

Nesta quinta-feira (5), quarto dia da 5ª Conferência Nacional de Saúde Indígena (5ª CNSI), os delegados estão reunidos, desde o início da manhã, em Grupos de Trabalho (GTs) para discutir as propostas do Relatório Consolidado da etapa distrital. Os grupos são realizados, simultaneamente, em um número total de 20. Os relatores de cada sala realizam uma nova leitura das propostas, promovendo diálogos abertos entre os participantes. Todos têm o direito de opinar e dar possíveis esclarecimentos para sustentar a sua opinião. Ao final, o que vale é a votação.

O envolvimento dos delegados nas reuniões tem sido bastante considerável. Eles discutem, pedem a vez nos microfones, alguns falam mais alto, outros preferem apenas ouvir e avaliar. No fim, chegam a um consenso e batem palmas. Tudo isso pelo mesmo objetivo: colocar em prática o tema central da 5ª CNSI:  Subsistema de Atenção à Saúde Indígena e SUS (SasiSUS): Direito, Acesso, Diversidade e Atenção Diferenciada, que é o tema central da 5ª CNSI.

“O que eu tenho percebido nas salas dos grupos de trabalho que estou visitando é que os delegados estão participando com muito gosto. A gente vê eles lendo, discutindo, propondo. Há a possibilidade de exclusão parcial ou total de texto, se tem uma coisa que não concordam entre eles, todos opinam e decidem com a votação. Isso é o ideal. Esperamos que a Conferência seja um espaço legítimo para a discussão do Controle Social”, afirma Selma Nunes, do grupo de apoio da Relatoria.

Para o delegado Davi Félix, do Distrito Sanitário Especial de Saúde Indígena (DSEI) Alto Rio Solimões, os debates nos GTs têm sido muito proveitosos. “Nosso grupo está sendo muito participativo. Cada eixo temático é bem discutido com os outros delegados de diferentes DSEIs. Essa 5ª CNSI vai trazer uma total legalidade da Saúde Indígena a nível nacional. Estou satisfeito”.

Já o delegado Sebastião Ramos, também do DSEI Alto Rio Solimões, acredita que nem todos os participantes estão na mesma sintonia. “Têm alguns que não conseguiram entender o que é a Conferência. Eu estou aproveitando muito. Essa Conferência, com certeza, vai desmembrar e muito as nossas necessidades”, conclui.

Por Vivianne Paixão
Foto: Luís Oliveira - Sesai/MS

Fim do conteúdo da página