Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

INFORME AS DOSES E ESTOQUES DAS VACINAS EM SEU MUNICÍPIO ATÉ 30/11

Início do conteúdo da página

Telessaúde Brasil Redes participa de Congresso sobre Telemedicina

Escrito por Alessandra Bernardes | | Publicado: Quarta, 29 de Novembro de 2017, 15h52 | Última atualização em Quarta, 29 de Novembro de 2017, 15h55

No Sul do País, evento também foi palco da cerimônia que celebrou dez anos do Programa

Foto: Amilton Marques

Entre os dias 14 e 17 de novembro, o Centro de Eventos da Fundação de Apoio à Universidade Federal do Rio Grande do Sul (FAURGS/UFRGS), em Gramado (RS), foi palco para o 8º Congresso Brasileiro de Telemedicina e Telessaúde (CBTms), com o tema “Telessaúde transformando realidades: tendências e impactos”. O evento foi promovido pela Associação Brasileira de Telemedicina e Telessaúde (ABTms), com o objetivo de compartilhar informações sobre inovação e tecnologia em saúde.

Representando a Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde (SGTES) no Congresso, a diretora do Departamento de Gestão da Educação na Saúde (Deges), Claudia Brandão, reforçou que o Programa Telessaúde Brasil Redes visa a integração da educação permanente ao apoio assistencial, por meio de tecnologias da informação e comunicação. “Nós estamos buscando a articulação entre os núcleos, de forma que possamos ganhar potência para construir caminhos ainda mais exitosos”, destacou.

Na oportunidade, representantes de núcleos estaduais do Programa Telessaúde Brasil Redes usaram o espaço para divulgarem suas principais ações, o que garantiu uma grande troca de experiências. O Núcleo de Minas Gerais, ligado ao Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais (HC-UFMG), responsável por ofertar o serviço de telediagnóstico em eletrocardiograma (ECG) para outros Estados, apresentou o fluxo da oferta, que é realizada à distância, enquanto o estado de Goiás demonstrou como é realizado o serviço para Detecção das principais causas de cegueira, que será expandido para todo o país como a Oferta Nacional de Telediagnóstico. Já o Núcleo de Telessaúde do Hospital Universitário do Maranhão se destacou por apresentar o sistema que gerencia e monitora o processo de teleconsultorias, por meio da geração de dados e indicadores.

A programação do Congresso contou ainda com apresentação de pôsteres, área de Desconferência, Hackathon em Saúde, além do Encontro da Sociedade Brasileira de Informática em Saúde (SBIS) e um panorama sobre os dez anos das atividades realizadas pelo Programa Telessaúde Brasil Redes, que contou com a participação de representantes do Telessaude da SGTES/MS, Rede de Ensino e Pesquise (RUTE) e os núcleos que contribuíram durantes esses 10 anos, apresentando práticas exitosas desenvolvidas nas cinco regiões do país.

Por Amilton Marques, do Nucom/SGTES
Atendimento à imprensa
(61) 3315-3580/2351/2745

Fim do conteúdo da página