Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

Campanha Amamentação 2019

Início do conteúdo da página

Laboratório de Inovação em Educação na Saúde divulga resultado final

Escrito por alexandreb.sousa | | Publicado: Quarta, 23 de Maio de 2018, 14h43 | Última atualização em Quarta, 23 de Maio de 2018, 16h05

As experiências serão publicadas em série técnica sobre o tema

Foram 251 inscrições recebidas,  três etapas e, ao final, 15 experiências selecionadas no Laboratório de Inovação em Educação da Saúde. Com foco na Educação Permanente em Saúde, o projeto teve como objetivo conhecer as inovações e as experiências exitosas que potencializam a formação e qualificação dos trabalhadores e profissionais de saúde.

A parceria do Ministério da Saúde, por meio do Departamento de Gestão da Educação na Saúde da Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde (DEGES/SGTES) e a Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS) previu três eixos temáticos para a inscrição das experiências: Integração ensino-serviço-comunidade; Educação e práticas interprofissionais e Gestão da Política de Educação Permanente em Saúde.

“A educação permanente é um dos temas prioritários do Ministério da Saúde. Com esse projeto, foi possível conhecer e avaliar experiências diversas em todo o território, que poderão colaborar, de alguma forma, na formação e qualificação de todos os atores envolvidos na área da saúde. Durante todo o processo da terceira etapa do laboratório, o que motivou os avaliadores e a comissão foi a certeza de que teríamos o privilégio de encontrar variadas inovações na educação permanente em saúde. A jornada foi primorosa no detalhe e leve nos encontros mais que especiais. Nossa gratidão e reconhecimento aos 31 finalistas”, destacou a diretora do DEGES, Cláudia Brandão.

“A seleção destas experiências finalistas foi uma trajetória de aprendizado intenso, de convivência com a criatividade e a capacidade de criar respostas efetivas e mobilizadoras realizadas por equipes motivadas nos territórios. O objetivo central do Laboratório de Inovação é justamente identificar nas práticas aquelas que fazem a diferença e que podem orientar os esforços diários para responder às expectativas de um sistema de saúde universal equitativo e efetivo no Brasil”, destaca a coordenadora da Unidade Técnica de Recursos Humanos para a Saúde da OPAS, Monica Padilla.

Foram inscritas experiências de todo o país. Os projetos passaram por análise da Comissão de Avaliação integrada por representantes da OPAS e ministério da saúde. As 31 práticas selecionadas na segunda etapa receberam a visita in loco dos representantes da comissão. Com isso, foram selecionados os 15 projetos desta fase.

Os 15 finalistas receberão certificado de reconhecimento dos projetos em cerimônia pública, a ser realizada no encerramento da iniciativa. As experiências também serão sistematizadas e publicadas na Série Técnica NavegadorSUS, além de serem divulgadas pelos veículos de comunicação do governo, da Portal da Inovação na Gestão do SUS (www.apsredes.org) e de parceiros

Veja aqui os projetos finalistas

Por Natalia Pinheiro, do NUCOM/SGTES
Atendimento a imprensa
(61) 3315-3580

Fim do conteúdo da página