Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
    Você está aqui:
  1. Página inicial
  2. >
  3. Últimas notícias
  4. >
  5. Notícias SGTES
  6. >
  7. Ministério da Saúde participa de Seminário sobre uso inteligente da tecnologia
Início do conteúdo da página

Ministério da Saúde participa de Seminário sobre uso inteligente da tecnologia

Escrito por Gustavo Frasão | Publicado: Sexta, 05 de Julho de 2019, 14h24 | Última atualização em Sexta, 05 de Julho de 2019, 15h42

A proposta do evento é discutir o tema para garantir uma maior consciência e controle do uso tecnológico

Foto: Willian Meira – MMFDH

Com o objetivo de estruturar, a partir do Governo Federal, uma série de projetos para fornecer acesso mais amplo ao conhecimento científico das famílias e da população em geral, a respeito do uso de recursos tecnológicos de maneira inteligente, o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MDH) realizou, nesta quinta-feira (04), o seminário Uso Inteligente da tecnologia: desafio para as famílias e a sociedade.

“Esse evento é o início de muitos outros com essa temática. Nosso maior desafio é reconectar as famílias. Hoje existem inúmeros problemas em relação à má utilização das tecnologias, como por exemplo, o uso indevido das redes sociais. Isso não pode ser subestimado pelo poder público, pois afeta diretamente as relações familiares. A proposta é melhorar as relações humanas dentro da família”, destacou a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves.

Abordando aspectos sociais, educacionais, de saúde física e psíquica, a proposta do evento é garantir uma maior consciência e um maior controle do uso tecnológico, principalmente no âmbito familiar, onde as relações estão diminuindo consideravelmente.

A secretária de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde (SGTES), Mayra Pinheiro, participou do evento e destacou a importância de discutir a pauta no âmbito da saúde, considerando a formação dos profissionais e qualidade no atendimento à população. “O Ministério da Saúde tem outra preocupação porque a SGTES tem a responsabilidade de regulamentar o uso das tecnologias na formação dos profissionais de saúde. Hoje temos uma questão que precisa ser discutida, que é a formação de profissionais da saúde através de cursos de Ensino à Distância. A tecnologia traz grandes contribuições, mas seu uso sem discutir as questões éticas pode comprometer a formação e o serviço prestado à população. Há muito mais para se discutir em relação à tecnologia do que nós imaginamos. Então, isso é sim uma responsabilidade do Governo Federal. Essa discussão é interministerial, da sociedade brasileira e de todos nós que temos a responsabilidade de construir um país melhor”, destacou Mayra Pinheiro.

Reconecte

Durante o evento, o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MDH) também lançou o Programa Reconecte, que tem como objetivo estruturar, a partir do Governo Federal, uma série de projetos com o propósito de fornecer acesso mais amplo ao conhecimento científico das famílias e da população em geral, a respeito do uso de recursos tecnológicos de maneira inteligente, abordando aspectos sociais, educacionais, e de saúde física e psíquica, visando assim a aquisição de uma maior consciência e de um maior controle do uso tecnológico.

Por Natalia Pinheiro, do NUCOM/SGTES
Atendimento à imprensa
(61) 3315-3580

Fim do conteúdo da página