Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

Banner estatico portal 960 x 100

Início do conteúdo da página

Governo Federal lança programa Salve Uma Mulher pelo enfrentamento à violência

Escrito por André | | Publicado: Sexta, 04 de Outubro de 2019, 18h17 | Última atualização em Segunda, 07 de Outubro de 2019, 11h14

Ministério da Saúde participa do lançamento do projeto do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos para mobilizar a sociedade em prol do combate à violência doméstica

Foto: Eduardo Grisoni

Cerca de 300 pessoas compareceram ao auditório do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) para prestigiar o lançamento do projeto Salve Uma Mulher, nesta quinta-feira (03), em Brasília –DF. O projeto é uma iniciativa do Governo Federal, por meio do MMFDH, e abarca uma série de ações voltadas à sensibilização e mobilização da sociedade civil, e das instituições públicas e privadas para o enfrentamento à violência contra a mulher.

Integrante da mesa de abertura e representando o Ministério da Saúde (MS), a secretária de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde, Mayra Pinheiro, convidou todos os participantes a aderirem ao projeto e salientou que é prioridade da pasta e responsabilidade de todos os brasileiros assegurar o cuidado, a saúde e a integridade, não apenas da mulher, como dos idosos e das crianças. “É muito gratificante estar ao lado de mulheres que querem fazer a diferença e transformar o Brasil. Estamos unidas aqui pelos mesmos motivos e causas. Cada um de nós tem a responsabilidade de fazer esse projeto dar certo”, afirmou Mayra.

Na ocasião, a secretária explicou que uma das metas do Ministério da Saúde é requalificar e transformar em técnicos cerca de 340 mil agentes de saúde brasileiros, e reforçou que a iniciativa é mais um instrumento de combate à violência. “A intenção é capacitar os agentes para identificar sinais de violência contra mulheres, crianças e idosos”.

Durante o evento, a ministra do MMFDH, Damares Alves, observou que a violência contra a mulher não está apenas relacionada à agressão física, mas também ao sofrimento causado pela dificuldade de acesso à saúde, educação e trabalho. Damares chamou atenção para a importância levar políticas públicas e solidariedade para as regiões mais remotas do Brasil. A nossa política requer a empatia e o envolvimento de todos para ter êxito”, pontuou.

A solenidade contou com a presença de representantes dos Correios, Associação Brasileira de Salões de Beleza, Defensoria Pública da União (DPU), Secretaria Nacional de Políticas para Mulheres (SNPM/MMFDH) e do Sindicato da Beleza.

Outubro Rosa

No período da tarde, o auditório do MMFDH foi ocupado pelo lançamento da campanha Outubro Rosa 2019. A data, que é celebrada todos os anos, com o intuito de compartilhar informações e promover a conscientização e controle do câncer de mama, contou com a participação do Ministério da Saúde, durante a abertura do seminário.

Leia também: Câncer de mama - o que é, causas, sintomas, tratamento e prevenção

Por Priscilla Klein, do NUCOM/SGTES
Atendimento à imprensa:
(61) 3315.3580

Fim do conteúdo da página