Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

Banner estatico portal 960 x 100

Início do conteúdo da página

Brasil participa da Reunião Sul-Americana de Recursos Humanos para Saúde em Montevidéu

Escrito por Gustavo Frasão | | Publicado: Segunda, 18 de Novembro de 2019, 19h23 | Última atualização em Segunda, 18 de Novembro de 2019, 19h23

O evento que reuniu dez países faz parte do Plano de Estratégia de Recursos Humanos para Acesso e Cobertura Universal de Saúde

Foto: Divulgação

O Ministério da Saúde participou da Reunião Sul-Americana de Recursos Humanos para Saúde, nos dias 6 e 7 de novembro, em Montevidéu, Uruguai. O evento marcou a primeira reunião de implementação do “Plano de Ação da Estratégia de Recursos Humanos para Acesso e Cobertura Universal de Saúde 2018-2023”.

A reunião contou com a presença dos representantes dos departamentos de recursos humanos de dez países e da Organização Pan-americana de Saúde/ Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS). Os participantes apresentaram experiências locais dos sistemas de informação de recursos humanos, regulação do exercício profissional e iniciativas de articulação entre saúde e educação, considerando as diferenças culturais e os marcos regulatórios que existem em cada país.

“A participação do Brasil neste evento foi importante para podermos conhecer as experiências dos demais países na solução de problemas de formação e fixação de profissionais de saúde em locais de difícil provimento, sem perder o foco na qualidade da assistência e no respeito à regulação profissional das diversas profissões de saúde”, registrou o Diretor do Departamento de Gestão de Trabalho em Saúde (DEGTS) da Secretaria de Gestão do Trabalho e Educação em Saúde (SGTES), Alessandro Glauco dos Anjos de Vasconcelos  

Como parte da programação, os participantes ainda acompanharam a apresentação do Guia Metodológico de Implementação e continuidade do Plano de Ação. O evento ainda teve como objetivo identificar áreas prioritárias para a Cooperação Técnica Sul-Sul, desta forma, os países que necessitam de suporte técnico podem desenvolver ações em parceria para alcançar os objetivos da estratégia.

Para o diretor do DEGTS, Alessandro, o evento mostrou que as experiências de sucesso são baseadas em uma formação profissional bem estruturada com campos de prática definidos, ressaltando a importância do trabalho conjunto e contínuo entre o Ministério da Educação e o Ministério da Saúde. “Profissionais bem formados tem melhor resultado clínico e em saúde pública, tem prática mais custo-efetiva e conseguem atuar de forma interprofissional sem conflitos ou sombreamentos de atuação com as demais profissões de saúde”, concluiu o diretor.

ESTRATÉGIA DE RECURSOS PARA ACESSO E COBERTURA UNIVERSAL DE SAÚDE

A Estratégia de Recursos Humanos para Acesso e Cobertura Universal de Saúde foi aprovado em setembro de 2017 durante a 29ª Conferencia Sanitária Pan-americana, realizada pela Organização Pan-americana de Saúde/ Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS). A estratégia objetiva orientar as políticas nacionais de recursos humanos para a saúde dos países parte, tendo como base três linhas de ação:

  • Fortalecer e consolidar a governança e a orientação dos recursos humanos para a saúde.
  • Desenvolver condições e as capacidades dos recursos humanos para a saúde a fim de ampliar o acesso e a cobertura de saúde com equidade e qualidade.
  • Fomentar com o setor educacional o atendimento das necessidades dos sistemas de saúde em transformação no sentido do acesso universal à saúde e da cobertura universal de saúde.

Em setembro de 2018, o “Plano de Ação da Estratégia de Recursos Humanos para Acesso e Cobertura Universal de Saúde 2018-2023” foi aprovado em outro evento da OMS/OPAS. Elaborado através de um trabalho conjunto com os Estados Membros, o plano apresenta os objetivos prioritários de cada linha de ação da estratégia e considera a necessidade de adaptação ao contexto particular de cada país, suas prioridades e sua diversidade.

A primeira reunião para nortear a implementação do plano foi realizada em novembro de 2018, em Lima, Peru. A reunião teve como objetivo definir as etapas que facilitariam a construção do desenvolvimento do Plano de Ação através da criação de um Guia Metodológico para apoiar a implementação, o monitoramento e a avaliação.

SGTES

A Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde (SGTES) é responsável por formular políticas públicas orientadoras da gestão, formação e qualificação dos trabalhadores e da regulação profissional na área da saúde no Brasil. A secretaria é responsável por promover a integração dos setores de saúde e educação para fortalecer as instituições formadoras de profissionais atuantes na área, bem como integrar e aperfeiçoar a relação entre as gestões federal, estaduais e municipais do SUS, no que se refere aos planos de formação, qualificação e distribuição das ofertas de educação e trabalho na área de saúde.

Por NUCOM/ SGTES
Atendimento à imprensa:
(61) 3315.3580

Fim do conteúdo da página