Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

borboletas

Início do conteúdo da página

Informações Técnicas

Escrito por alexandreb.sousa | | Publicado: Quinta, 27 de Março de 2014, 15h30 | Última atualização em Segunda, 26 de Março de 2018, 15h05

Aspectos Epidemiológicos

A coqueluche é uma doença endêmica, com epidemias surgindo ciclicamente a intervalos de três a cinco anos. A suscetibilidade à doença é geral. O indivíduo torna-se imune em duas situações: ao adquirir a doença (a imunidade duradoura, mas não é permanente) ou pela vacina, mínimo de 3 doses com a pentavalente (DTP+Hib+Hepatite B) um reforço aos 15 meses de idade, e um segundo reforço aos 4 anos de idade com a tríplice bacteriana (DTP). Gestantes devem fazer uma dose da vacina do tipo adulto (dTpa) a partir da 20ª semana a cada gestação. A imunidade não é permanente, após 5 a 10 anos, em média, da última dose da vacina, a proteção pode ser pouca ou inexistente.

 

Fim do conteúdo da página