Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

INFORME AS DOSES E ESTOQUES DAS VACINAS EM SEU MUNICÍPIO ATÉ 30/11

Início do conteúdo da página

Situação epidemiológica

Escrito por Alessandra Bernardes | | Publicado: Quarta, 17 de Janeiro de 2018, 16h23 | Última atualização em Segunda, 02 de Julho de 2018, 14h21

Uso do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan)

O sistema de informação em saúde utilizado para registro das notificações de agravos e doenças no Brasil é o Sinan (Sistema de Informação de Agravos de Notificação), implantado de forma gradual a partir de 1993 e regulamentado em 1998, com versões cada vez mais aprimoradas. Até 2006 os dados eram inseridos no Sinan Windows (SINAN W) e a partir de 2007 foi implantado o Sinan Net, o qual incorporou mudanças nas variáveis da ficha de notificação de surtos de DTA. Consequentemente, algumas variáveis da ficha utilizadas até 2006 diferem daquelas existentes na ficha utilizada a partir de 2007.

Comparações entre os dados do Ministério da Saúde e das Secretarias Estaduais e Municipais de Saúde

Compete às Secretarias Estaduais e Municipais de Saúde consolidar, analisar e comunicar sistematicamente as informações decorrentes das atividades de investigação epidemiológica de surtos de DTA, seguindo o fluxo oficial do Sistema VE-DTA. O Ministério da Saúde também consolida e analisa as notificações, porém é responsabilidade das Unidades Federadas (UF) a publicação do perfil epidemiológico das doenças e agravos identificados em seu território. Assim, a depender da análise realizada pelas Secretais Estaduais e Municipais de Saúde, pode-se chegar a resultados diferentes dos divulgados pelo Ministério da Saúde, ainda que utilizando como fonte os mesmos bancos de dados.

Atualização e disponibilização dos dados

Em virtude da transferência dos dados das bases municipais do Sinan às bases estaduais e estas ao nível nacional, são realizadas atualizações periódicas nos bancos de dados, de acordo com as normas e rotinas do Sistema de Informação. Como essas atualizações não ocorrem simultaneamente, há um atraso no recebimento dos dados entre a SES e o Ministério da Saúde.

Para outros esclarecimentos sobre a vigilância das Doenças Transmitidas por Alimentos (DTA) e disponibilização de informações complementares, favor acessar as Secretarias Estaduais de Saúde ou solicitar ao Ministério da Saúde por meio do e-SIC (http://www.acessoainformacao.gov.br/sistema/site/index.html?ReturnUrl=%2fsistema%2f), que é o Sistema Eletrônico do Serviço de Informação ao Cidadão. Por meio dele, qualquer pessoa, física ou jurídica, pode encaminhar pedidos de acesso à informação para órgãos e entidades do Poder Executivo Federal, incluindo o Ministério da Saúde.

Dados

Consulte aqui a situação epidemiológica dos surtos de Doenças Transmitidas por Alimentos - DTA

Banco de dados 2000 a 2017*

Ficha de notificação e investigação de surtos de DTA e dicionário de dados- Sinan

* Como os dados disponíveis são provenientes do Sinan Windows e do Sinan Net, foram contempladas apenas variáveis semelhantes às duas versões. Dados do ano passado estão sujeitos a atualizações.

Fim do conteúdo da página