Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
    Você está aqui:
  1. Página inicial
  2. >
  3. Saúde de A a Z
  4. >
  5. Hidatidose humana (Equinococose)
  6. >
  7. Saúde de A a Z
  8. >
  9. Acidentes e Violências
  10. >
  11. Prevenção de acidentes com crianças e adolecentes
Início do conteúdo da página

Prevenção de acidentes com crianças e adolecentes

Escrito por alexandreb.sousa | Publicado: Segunda, 20 de Novembro de 2017, 16h40 | Última atualização em Segunda, 20 de Novembro de 2017, 16h40

As lesões decorrentes de acidentes (trânsito, envenenamento, afogamento, quedas, queimaduras e outros) e violências estão entre as principais causas de morte entre crianças e adolescentes no Brasil.

Segundo dados do Sistema de Mortalidade – SIM do Ministério da Saúde, em 2012, 5146 pessoas entre 0 e 14 anos de idade morreram em função de acidentes, representando 9% de todas as mortes nesta faixa etária. Além disso, segundo o Sistema de Informação Hospitalares do SUS – SIH/SUS, no ano de 2013, aproximadamente 140 mil pessoas de 0 a 14 anos foram internadas em virtude de acidentes; isso representa 7% de todas as causas de internações nesta faixa etária. Estes dados demonstram que os acidentes são um importante problema de saúde pública.

Segundo a OMS, um acidente pode ser definido como “um acontecimento fortuito, geralmente danoso ou ainda como um acontecimento independente da vontade humana provocado por uma força exterior que atua rapidamente e que se manifesta por um dano corporal ou mental".

Entretanto, segundo estudos da organização internacional Safe Kids Worldwide, grande parte das lesões e mortes causadas por acidentes envolvendo crianças e adolescentes podem ser evitadas, assim, a educação para prevenção é fundamental para que as famílias e a sociedade protejam meninos e meninas.

Idealizando ferramentas para mudar esta realidade, o Ministério da Saúde (MS), a Organização Pan Americana da Saúde (OPAS) e a instituição Criança Segura formalizaram uma parceria para desenvolver o PROJETO REDE CRIANÇA SEGURA - Formação de agentes de saúde e outros profissionais dos programas Saúde na Família, da Rede de Proteção e das regionais de saúde sobre a temática “Prevenção de acidentes com crianças e adolescentes (0 a 14 anos).” (CARTA ACORDO BR/LOA/1300094.001)

Este importante projeto visa sensibilizar e capacitar profissionais, gestores e estudiosos da saúde, educação, assistência social, e áreas afins na prevenção de acidentes envolvendo crianças e adolescentes.

Será publicada uma cartilha com informações sobre o tema, prevista para lançamento em 2015. Nesta publicação serão destacados os principais fatores de risco em cada fase do desenvolvimento infantil, além de orientações para minimizar os riscos de acidentes nas áreas onde convivem. O comprometimento de todos é fundamental para assegurar a qualidade de vida e o crescimento saudável e seguro.

Fim do conteúdo da página