Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro

Todas as crianças de 6 meses a menores de 1 ano devem ser vacinadas contra o sarampo

Início do conteúdo da página

Tratamento

Escrito por alexandreb.sousa | | Publicado: Quinta, 27 de Março de 2014, 15h30 | Última atualização em Quarta, 25 de Junho de 2014, 14h36

O doente deve ser internado em unidade assistencial apropriada, com mínimo de ruído, de luminosidade, com temperatura estável e agradável. Casos graves têm indicação de terapia intensiva, onde existe suporte técnico necessário ao seu manejo e das complicações, com conseqüente redução das seqüelas e da letalidade. São de fundamental importância os cuidados dispensados pela equipe médica e de enfermagem experientes no atendimento a esse tipo de enfermidade.

Os princípios básicos do tratamento do tétano são:

  • Sedação do paciente - O relaxamento muscular é o principal objetivo do tratamento do tétano o qual visa permitir a ventilação, reduzir o estímulo doloroso e evitar a hipertonia e espasmos. Recomenda-se a administração de benzodiazepínicos e miorrelaxantes.
  • Neutralização da toxina tetânica - utiliza-se a imunoglobulina humana antitetânica (IGHAT) 500 a 5.000UI, somente via IM (devido à existência de conservante) ou, na indisponibilidade desta, o soro antitetânico (SAT) 10.000 a 20.000UI, IM distribuído em duas massas musculares diferentes ou via endovenosa EV (diluir em soro glicosado a 5%, com gotejamento lento)
  • Eliminação do C. tetani do foco da infecção - a penicilina G cristalina (adultos 200.000 UI/doses, crianças 50.000 a 100.000 UI/Kg/dia) é o antibiótico de escolha, ou o metronidazol (adultos 500 mg, crianças 7,5 mg), usado como alternativa.
  • Debridamento do foco infeccioso – limpar o ferimento suspeito com soro fisiológico ou água e sabão. Realizar o debridamento, retirando todo o tecido desvitalizado e corpos estranhos. Após a remoção das condições suspeitas, fazer limpeza com água oxigenada ou solução anticéptica (álcool a 70%, clorexidina, permanganato de potássio a 1:5. 000). Ferimentos puntiformes e profundos devem ser abertos em cruz e lavados generosamente com soluções oxidantes. Não há comprovação de eficácia do uso de penicilina benzatina, na profilaxia do tétano acidental, nas infecções cutâneas.
  • Medidas gerais de suporte - Internar o paciente, preferencialmente, em quarto individual   com redução acústica, de luminosidade e temperatura adequada (semelhante à temperatura corporal). De acordo com a gravidade, interná-lo em Unidade de Terapia Intensiva; instalar oxigênio, aparelhos de aspiração e de suporte ventilatório;  manipular o paciente somente o necessário; garantir a assistência por equipe multiprofissional e especializada; realizar punção venosa (profunda ou dissecção de veia); sedar o paciente antes de qualquer procedimento; manter as vias aéreas permeáveis (se necessário, entubar, para facilitar a aspiração de secreções); realizar a hidratação adequada; utilizar analgésico para aliviar a dor ocasionada pela contratura muscular; administrar anti-histamínico antes do SAT (caso haja opção por esse procedimento); utilizar heparina de baixo peso molecular (5.000UI, 12 em 12 horas, subcutânea), em pacientes com risco de trombose venosa profunda e em idosos; no paciente sob sedação profunda, mudar decúbito para prevenção de escaras e notificar o caso ao serviço de vigilância epidemiológica da secretaria municipal de saúde.

Assuntos em destaques

Fim do conteúdo da página