Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Idosos

Escrito por alexandreb.sousa | | Publicado: Quinta, 25 de Maio de 2017, 17h15 | Última atualização em Quinta, 25 de Maio de 2017, 17h15

Idosos

Idosos

A realização de atividade física e práticas corporais é fundamental para a saúde da população idosa. Essa prática proporciona mais disposição, bem-estar, autonomia e a oportunidade de fazer amizades. Além disso, diminui o risco de doenças do coração, osteoporose, diabetes, depressão e certos tipos de câncer.

Não há um único exercício físico voltado ao idoso. O importante é encontrar atividades que desenvolvam flexibilidade, equilíbrio e força muscular, e que sejam de fácil realização para não causar lesões.

Recomenda-se buscar a orientação de um profissional de saúde antes de iniciar um programa de atividades físicas na terceira idade.

  • Sugestões de atividades físicas e práticas corporais para a terceira idade:
  • Exercícios posturais;

  • Jogos e modalidades esportivas;

  • Alongamentos e relaxamentos;

  • Exercícios respiratórios;

  • Exercícios contra a resistência, como musculação e ginástica;

  • Caminhada e corrida;

  • Natação e hidroginástica;

  • Práticas corporais orientais, como Tai-Chi-Chuan, Yoga e Lian Gong;

  • Capoterapia e danças, como a dança sênior.

 

O Programa Academia da Saúde, os Núcleos de Apoio à Saúde da Família (NASF) e as Unidades Básicas de Saúde (UBS) oferecem opções para a prática de exercícios regulares no Sistema Único de Saúde (SUS).

  • Veja os principais benefícios proporcionados pela atividade física na terceira idade:
  • 1. Controle do peso e funcionamento corporal, evitando as perdas funcionais e preservando a independência;

  • 2. Redução do risco de morte por doenças cardiovasculares;

  • 3. Melhora do controle da pressão arterial, do perfil lipídico e utilização da glicose;

  • 4. Melhora da postura e do equilíbrio;

  • 5. Preservação dos ossos e articulações;

  • 6. Melhora da enfermidade venosa periférica;

  • 7. Melhora dos quadros de dor em geral;

  • 8. Melhora da resposta imunológica;

  • 9. Ampliação do contato social;

  • 10. Correlações favoráveis com redução do tabagismo e abuso de álcool e drogas;

  • 11. Diminuição da ansiedade, do estresse, melhora do estado de humor, da autoestima;

  • 12. Melhora da qualidade do sono.

registrado em:
Fim do conteúdo da página