Ir direto para menu de acessibilidade.
    Você está aqui:
  1. Página inicial
Início do conteúdo da página

Outras listas de plantas medicinais e fitoterápicos

Escrito por Tatiana Teles | | Publicado: Quinta, 10 de Abril de 2014, 14h35 | Última atualização em Sexta, 27 de Dezembro de 2019, 16h09

Os 12 fitoterápicos da Rename foram selecionados a partir da Relação Nacional de Plantas Medicinais de Interesse ao SUS (Renisus), publicada em 2009, que apresenta as espécies de interesse do SUS e prioritárias para realização de pesquisas, contribuindo, assim, com a incorporação de espécies medicinais à Rename. A Renisus traz apenas o nome científico de 71 espécies vegetais, porque ainda estão sendo levantadas informações sobre essas espécies – ver mais em Estudos Orientados
A IN nº 2, de 13/5/2014, publica a “Lista de medicamentos fitoterápicos de registro simplificado” e a “Lista de produtos tradicionais fitoterápicos de registro simplificado”, com informações de: nomenclatura botânica, nome popular, parte usada, padronização/marcador, derivado vegetal, indicações/ações terapêuticas, dose diária, via de administração e restrição de uso (Brasil, 2014b).

Atualmente existem bulas padronizadas de 14 medicamentos fitoterápicos, para prescritores e para pacientes, as quais podem ser acessadas no sítio eletrônico da Anvisa. Dessas 14 bulas, quatro são de fitoterápicos constantes da Rename: Cynara scolymus, Glycine max, Maytenus ilicifolia e Frangula purshiana (nova nomenclatura de Rhamnus purshiana). Dessas 14 bulas, quatro são de fitoterápicos constantes da Rename: Cynara scolymus, Glycine max, Maytenus ilicifolia e Frangula purshiana (nova nomenclatura de Rhamnus purshiana). 

Fim do conteúdo da página