Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página

Para combater as Fake News sobre saúde, o Ministério da Saúde, de forma inovadora, está disponibilizando um número de WhatsApp para envio de mensagens da população. Vale destacar que o canal não será um SAC ou tira dúvidas dos usuários, mas um espaço exclusivo para receber informações virais, que serão apuradas pelas áreas técnicas e respondidas oficialmente se são verdade ou mentira.

Qualquer cidadão poderá enviar gratuitamente mensagens com imagens ou textos que tenha recebido nas redes sociais para confirmar se a informação procede, antes de continuar compartilhando. O número é (61)99289-4640

>> Leia o regulamento e os termos de uso

>> Alimentação e fake News

falso verdadeiro

 

Escrito por Gustavo Frasão | | Publicado: Segunda, 02 de Março de 2020, 17h21 | Última atualização em Segunda, 02 de Março de 2020, 17h21

Não compartilhe essa mensagem, ela é falsa!

O texto contém diversas informações erradas. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS) não existe nenhuma comprovação científica de que o novo coronavírus veio dos animais. As investigações sobre as formas de transmissão do novo coronavírus ainda estão em andamento, mas a disseminação de pessoa para pessoa, ou seja, a contaminação por contato, está ocorrendo.

A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como:

gotículas de saliva;

espirro;

tosse;

catarro;

contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão;

contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Até o momento, não há nenhum medicamento, substância, vitamina, alimento específico ou vacina que possa prevenir a infecção pelo coronavírus (COVID-19).

As recomendações de prevenção são:

Lave as mãos com frequência, com água e sabão. Ou então higienize com álcool em gel 70%.

Cubra seu nariz e boca com lenço ou COM O BRAÇO (e não com as mãos!) quando tossir ou espirrar.

Evite contato próximo com pessoas resfriadas ou que estejam com sintomas parecidos com os da gripe.

Quando estiver doente, fique em casa.

Evite tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.

Não compartilhe objetos de uso pessoal (como talheres, toalhas, pratos e copos).

Evite aglomerações e mantenha os ambientes ventilados.

Para saber mais sobre a doença, acesse: saude.gov.br/novo-coronavirus

E, sobre beber água com limão: essa informação é falsa. A água com limão, quente ou fria, não mata células cancerígenas. O parceiro do Ministério da Saúde, Boatos.org, esclarece ainda que o médico citado na mensagem não existe, nem mesmo o Hospital. Saiba mais: https://www.boatos.org/saude/limonada-quente-mata-cancer.html.

Vale ressaltar que não existe um alimento específico ou milagroso para a prevenção e/ou cura do câncer. O que pode prevenir o câncer é praticar uma alimentação saudável, manter o peso corporal adequado e praticar atividade física. Uma alimentação saudável e protetora de câncer é composta por alimentos in natura, alimentos minimamente processados e preparações culinárias feitas com esses alimentos. Além disso, uma alimentação saudável também deve ser pobre em alimentos ultraprocessados, que são aqueles prontos para aquecer e consumir, pobre em carnes processadas e sem bebidas alcoólicas.

Saiba mais: https://goo.gl/BFaLGn. Confira também uma cartilha do INCA (Instituto Nacional de Câncer) sobre mitos relacionados a restrições alimentares e alimentos milagrosos durante o tratamento oncológico: https://goo.gl/NNvdGh

Fim do conteúdo da página