Ir direto para menu de acessibilidade.
Novo Coronavírus - tire suas dúvidas
Banner teleSUS clique aqui
Início do conteúdo da página
MAIS RECURSOS

RS receberá R$ 213,2 milhões para ampliar atendimento à população

Escrito por amanda.mendes | | Publicado: Quinta, 05 de Dezembro de 2019, 15h35 | Última atualização em Quinta, 05 de Dezembro de 2019, 18h21

Recursos serão destinados para 85 municípios que poderão ampliar a oferta de consultas, atendimentos, exames e cirurgias para a população que depende do SUS

Foto: Alan Santos/PR

Para garantir mais assistência e acesso da população do Rio Grande do Sul aos serviços hospitalares, o Governo Federal irá liberar R$ 213,2 milhões para ampliar a oferta de consultas, exames, cirurgias, além da aquisição de equipamentos e materiais que darão mais suporte às unidades de saúde do Estado. O anúncio foi feito durante a 55ª Cúpula do Mercosul, em Bento Gonçalves (RS).

Desse total, R$ 133,2 milhões são para investimentos, habilitações e pagamento de emendas parlamentares. Outros R$ 80 milhões serão repassados para a conta do Rio Grande do Sul, que vai aumentar os atendimentos e ampliar serviços de média e alta complexidade oferecidos por meio do SUS. Ao todo, serão habilitados 14 novos serviços e 258 novos leitos, beneficiando a população de 85 municípios. A região de Bento Gonçalves receberá, dentro desse valor, a quantia de R$ 2,3 milhões. 

De acordo com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, o estado gaúcho é desafiador porque tem uma maior expectativa de vida e com uma população idosa considerável, com doenças de alta complexidade. "O que estamos fazendo é habilitar serviços que foram abertos há anos e não havia contrapartida federal, o que acontece em todo o país. Encontramos no Rio Grande do Sul serviços abertos em 2013, 2014, 2016; cidades que abriram leitos de UTI, por exemplo, e gastavam integralmente o dinheiro municipal ou o estadual, e a União não colocava sua contrapartida. Estamos agora aguardando o orçamento de 2020 para planejarmos repasses federais aos outros estados, que também necessitam de recursos", destacou o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

O município de Santa Maria também será contemplado com o investimento de R$ 36,6 milhões, que está dentro do valor de R$ 133,2 milhões, para compra de equipamentos e materiais permanentes do Hospital Regional de Santa Maria, que está com as obras concluídas, porém sem funcionar. Com este recurso, será possível garantir a compra de produtos como gazes, seringas, algodão, agulha e luvas, além de equipamentos de aparelhos de raio X, hemodinâmica, aparelhos respiratórios, camas hospitalares, entre outros necessários para que a unidade comece a atender a população.

INVESTIMENTO NA SAÚDE

Com os R$ 213,2 milhões, estado e municípios poderão investir na atenção primária, principal porta de entrada para o SUS, utilizando a verba para abrir academias da saúde, construir e reformar Unidades de Saúde da Família (USF), Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) e expandir serviços que fazem parte da Estratégia Rede Cegonha, voltada para atendimento específico a mães e filhos. As secretarias estadual e municipais de saúde também terão fôlego para garantir mais acesso a consultas e exames como diabetes, hipertensão e outros cuidados básicos, além de reforçar o custeio das equipes profissionais que atuam na Estratégia Saúde da Família.

Parte da verba também será destinada à qualificação da rede de urgência e emergência, permitindo investimentos no Serviço Móvel de Urgência e Emergência (SAMU 192) e Unidades de Pronto Atendimento (UPA 24h). Serviços especializados de média e alta complexidade, como oncologia, abertura de novos leitos de UTI e leitos de Cuidados Prolongados, cirurgias eletivas, Centros Especializados em Reabilitação (CER) e serviços de saúde mental, também estão recebendo cobertura do Governo do Brasil com esses novos investimentos.

AÇÕES EM TODO O BRASIL

O Ministério da Saúde está investindo na saúde de todo o Brasil. Além do Rio Grande do Sul, outros estados como Minas Gerais, Rio Grande do Norte, Goiás, Pará e Mato Grosso do Sul já foram beneficiados com mais recursos e investimentos feitos em 2019.

Ao todo, o Governo do Brasil já investiu R$ 864,3 milhões em novos investimentos, habilitações e liberação de emendas parlamentares para reforçar a saúde em todo o Brasil, garantindo mais acesso e assistência aos serviços oferecidos pela rede pública de saúde.

Por Silvia Pacheco, da Agência Saúde
Atendimento à imprensa
(61) 3315-3580 / 2351 / 2745

Fim do conteúdo da página