Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
RESIDENTES

Saúde concede bonificação de 20% sobre o valor da bolsa de residência

Escrito por Christiana Suppa | | Publicado: Segunda, 30 de Março de 2020, 19h02 | Última atualização em Segunda, 30 de Março de 2020, 19h28

Iniciativa vai reforçar o enfrentamento à pandemia do coronavírus no país. O valor adicional de R$ 667 será pago diretamente ao residente de medicina e demais áreas de saúde

O Ministério da Saúde concedeu bonificação de 20% sobre o valor da bolsa paga aos residentes como reconhecimento pelo trabalho prestado e incentivo ao enfrentamento da epidemia provocada pelo coronavírus no país. O valor adicional de R$ 667 será pago diretamente aos profissionais de todas as áreas de saúde, como médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, farmacêuticos, terapeutas ocupacionais, psicólogos, por exemplo. O Banco do Brasil apoiará a iniciativa disponibilizando solução 100% digital para o pagamento das bonificações aos residentes. O objetivo é ampliar a cobertura na assistência aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) e reduzir o tempo de espera nos atendimentos aos pacientes de alto risco em unidades de pronto atendimento e emergências hospitalares nos casos de infecção pela COVID-19.

“Os residentes são profissionais médicos ou das outras áreas da saúde que trabalham em todo sistema de saúde público, se especializando. Ao mesmo tempo em que adquirem expertise nas áreas de atuação, prestam serviço relevante para a população, funcionando como uma grande força de trabalho dedicada a salvar vidas e a prevenir doenças. No enfretamento do coronavírus, possuem papel ainda mais relevante, pois eles estão se especializando, trabalham em áreas estratégicas, já são treinados e graduados e, neste momento em que nós passamos por uma epidemia, é um grupo que precisa ser estimulado, recrutado cada vez mais para que possam conosco adotar os protocolos que o Ministério da Saúde desenvolveu para o enfretamento da doença”, destacou a secretária de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde do Ministério da Saúde, Mayra Pinheiro.

A iniciativa faz parte da ação estratégica "O Brasil Conta Comigo - Residentes na área de Saúde", voltada aos profissionais de saúde que estejam cursando Programas de Residência Médica e Residência em Área Profissional da Saúde. A bonificação da bolsa, publicada em portaria nesta segunda-feira (30/03), prevista inicialmente para durar seis meses, tem como meta mobilizar profissionais de saúde residentes para o enfrentamento à pandemia do coronavírus, por meio da ampliação da assistência nos serviços de saúde.

Atualmente, os residentes recebem o valor bruto de R$ 3,3 mil. O valor da bonificação será o mesmo para todas as categorias de saúde. A estimativa é de que cerca de 80 mil residentes sejam contemplados. “Nós entendemos que é o momento de melhorar o valor da bolsa de residência que é muito pequeno diante da relevância da prestação de serviço que eles fazem à sociedade, mas é um incentivo. Acrescentamos um valor de 20% sobre o valor da bolsa que vai estar atrelado à comprovação de atuação no enfretamento do coronavírus em todos os serviços do Brasil”, explicou Mayra Pinheiro.

QUEM VAI RECEBER O VALOR ADICIONAL?

Para receber o valor adicional não será necessário fazer adesão. O trâmite será feito diretamente pelas Comissões de Residência com o Ministério da Saúde para os residentes que estiverem efetivamente em atividade.

O reajuste é destinado aos profissionais que estejam cursando programas de residência voltados ao atendimento da população em todos os níveis da atenção à saúde e à gestão em saúde, sendo programas de residência financiados pelo Ministério da Saúde, por outros órgãos ou entidades públicas federais, estaduais, distritais ou municipais, além de instituições sem fins lucrativos.

A instrução normativa, prevista para ser publicada ainda nesta semana, discorrerá sobre os residentes que receberão ou não a bonificação e orientará como os coordenadores dos programas de residência devem proceder no envio dos dados dos residentes.

Essa iniciativa faz parte de uma série de medidas que estão sendo feitas pelo Ministério da Saúde, no âmbito da ação “O Brasil Conta Comigo”, para ampliar a força de trabalho no SUS, fortalecendo os profissionais que atuam na linha de frente do combate ao coronavírus, assim como garantir a melhor assistência à população brasileira durante a pandemia.

Por Tinna Oliveira, da Agência Saúde
Atendimento à imprensa
(61) 3315-3713 / 3580 / 2351

Fim do conteúdo da página