Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
CORONAVÍRUS

TeleSUS fará busca ativa de informações sobre coronavírus

Escrito por Newton Palma | | Publicado: Quarta, 01 de Abril de 2020, 16h16 | Última atualização em Quarta, 01 de Abril de 2020, 17h29

População receberá ligações automáticas por meio do número 136 para fazer avaliação à distância de sintomas, acompanhar evolução da doença e mapear áreas de risco de contágio do coronavírus

O Ministério da Saúde fará o monitoramento à distância da saúde da população. Esse mecanismo permitirá a busca ativa para identificar antecipadamente pessoas vulneráveis, com sinais e sintomas de infecção por coronavírus, através do disparo de ligações com atendimento automatizado para encontrar possíveis casos.

“Fizemos um algoritmo que faz disparo de ligações para 125 milhões de brasileiros. Esses disparos estão ligados em um grande data center, que irá nos ajudar a antecipar o nome das pessoas, onde elas estão, se são grupo de risco, com quem convivem. Vamos disparar as ligações, então não se espantem se o seu telefone tocar. É como se fosse uma consulta, por meio de uma voz artificial, que vai fazer uma triagem. Vai fazer algumas perguntas para saber se pode te acompanhar. É um sistema de inteligência artificial que irá nos ajudar muito”, explicou o ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta.

Escute a simulação de uma ligação

Para que as pessoas tenham a certeza de que é o Ministério da saúde que está ligando, e não um trote ou golpe, aparecerá no identificador de chamadas o número 136, do Disque Saúde. Essa ação também permitirá o monitoramento à distância das pessoas em isolamento domiciliar, permitindo o acompanhamento do estado de saúde durante todo o período. Caso a pessoa apresente piora dos sintomas, será orientada por um profissional de saúde a procurar um posto de saúde ou hospital de referência.

“Anunciamos grandes ferramentas para auxiliar o atendimento à população durante a pandemia do coronavírus. Vamos monitorar os sintomas das pessoas sem que ela precise sair de casa. Foi um trabalho grande, focamos nisso nos últimos dias porque é uma ferramenta de gestão de pessoas que vai nos auxiliar em toda a mobilidade social. É um grande trabalho de bioestatística e modelagem social”, explicou o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

Por meio do atendimento remoto, as pessoas poderão receber a indicação do tratamento adequado sem sair de casa, evitando o risco de contágio local entre os pacientes e profissionais nas unidades de saúde.

Aplicativo Coronavírus

Outra ferramenta que poderá auxiliar a popoulação é o aplicativo Coronavírus SUS. A recente atualização permite que o Ministério da Saúde possa enviar mensagens e alertas aos celulares e tablets, mesmo com app fechado ou não sendo utilizado naquele momento. A ferramenta permite que a Secretaria de Vigilância em Saúde, responsável pela vigilância epidemiológica da pandemia do coronavírus no Brasil, disponibilize comunicados para usuários em geral ou segmentos públicos específicos. O app está disponibilizado nas lojas virtuais do Governo do Brasil nas principais plataformas digitais.

Saiba mais sobre coronavírus acessando nossa página especial

Nicole Beraldo, da Agência Saúde
Atendimento à imprensa
(61) 3315-3713/ 3580 / 2351

Fim do conteúdo da página