Ir direto para menu de acessibilidade.
Novo Coronavírus - tire suas dúvidas
Banner teleSUS clique aqui
Início do conteúdo da página

Coronavírus: 28.320 casos confirmados e 1.736 mortes

Escrito por Gustavo Frasão | | Publicado: Quarta, 15 de Abril de 2020, 16h20 | Última atualização em Quarta, 15 de Abril de 2020, 19h08

Foram 3.058 novas confirmações em 24 horas. São Paulo concentra a maior parte das notificações da lista nacional. Todos os estados agora registram mortes pela doença

Subiu para 28.320 o número de casos confirmados de coronavírus no Brasil. Foram 3.058 novas confirmações em 24 horas, o maior número até agora. O número de óbitos também aumentou, agora são 1.736. Os números estão consolidados com as informações que foram repassadas pelas Secretarias Estaduais de Saúde ao Ministério da Saúde até às 14h desta quarta-feira (15).

Clique aqui para conferir os números em cada estado

Clique para abrir a apresentação com detalhamento

A maior parte das notificações da lista nacional está em São Paulo, com 11.043 casos confirmados e 778 mortes. Agora, todos os estados, além de casos confirmados, também apresentam óbitos pela doença, incluindo Tocantins, que até esta terça-feira (14) ainda não registrava mortes.


Leia também:


Atualmente, os estados do Amazonas, Amapá, Distrito Federal, Ceará, São Paulo, Rio de Janeiro e Roraima estão em estado de emergência, ou seja, precisam de redobrar os cuidados em relação à prevenção do coronavírus por estarem 50% acima da incidência nacional de casos de coronavírus.

HOSPITALIZAÇÕES E GRUPOS DE RISCO

Do total de casos, 6.634 estão em estado grave, necessitando de internação em hospitais de referência em todo o Brasil. Atualmente, dos 1.736 óbitos confirmados, 73% ocorreram em pessoas com mais de 60 anos e 73% do total das vítimas apresentavam pelo menos um fator de risco.

Pessoas acima de 60 anos se enquadram no grupo de risco, mesmo que não tenham nenhum problema de saúde associado. Além disso, pessoas de qualquer idade que tenham comobirdades, como cardiopatia, diabetes, pneumopatia, doença neurológica ou renal, imunodepressão, obesidade, asma e puérperas, entre outras, também precisam redobrar os cuidados nas medidas de prevenção ao coronavírus.

Assista, na íntegra, à coletiva com a atualização dos dados

Saiba mais sobre coronavírus acessando nossa página especial

Da Agência Saúde
Atendimento à imprensa
(61) 3315-3713 / 3580 / 2351

Fim do conteúdo da página