Ir direto para menu de acessibilidade.
Novo Coronavírus - tire suas dúvidas
Banner teleSUS clique aqui
Início do conteúdo da página

Coronavírus: Brasil registra 45.757 casos e 2.906 mortes

Escrito por Gustavo Frasão | | Publicado: Quarta, 22 de Abril de 2020, 16h32 | Última atualização em Quarta, 22 de Abril de 2020, 19h07

Dos 45.757 casos diagnosticados, 25.318 pessoas são consideradas recuperadas e outras 17.533 estão em acompanhamento. Informações foram atualizadas até as 14h desta quarta-feira (22)

Foto: Erasmo Salomão / ASCOM MS

O Ministério da Saúde registra 45.757 casos de coronavírus no Brasil e 2.906 mortes até as 14h desta quarta-feira (22), segundo informações repassadas pelas Secretarias Estaduais de Saúde. Até agora, do total de casos confirmados, 25.318 pessoas são consideradas recuperadas, correspondendo a 55,3% dos casos diagnosticados e outras 17.533 permanecem em acompanhamento.


Leia também: 


Todos os estados brasileiros registram casos e mortes por coronavírus. São Paulo concentra a maior parte das notificações, com 15.914 casos e 1.134 mortes. Rio de Janeiro aparece em segundo lugar, com 5.552 casos e 490 óbitos. A taxa de letalidade por coronavírus, atualmente, é de 6,4%.

Clique para ver casos e óbitos com detalhamento por UF

Dados de recuperados por coronavírus até 22/04

▶️ 45.757 pacientes diagnosticados com Covid-19
▶️ 2.906 óbitos (6,4%)
▶️ 17.533 em acompanhamento (38,3%)
▶️ 25.318 recuperados (55,3%)

Grupos de risco

Pessoas acima de 60 anos se enquadram no grupo de risco, mesmo que não tenham nenhum problema de saúde associado. Além disso, pessoas de qualquer idade que tenham comobirdades, como cardiopatia, diabetes, pneumopatia, doença neurológica ou renal, imunodepressão, obesidade, asma e puérperas, entre outras, também precisam redobrar os cuidados nas medidas de prevenção ao coronavírus.

Combate ao coronavírus

Nesta segunda-feira (20), o ministro da Saúde, Nelson Teich, ampliou de 23,9 milhões para 46,2 milhões a previsão de aquisição de testes, seja por compras diretas ou por meio de doações, para diagnóstico da COVID-19. Deste total, são 24,2 milhões de testes RT-PCR (biologia molecular) e 22 milhões de testes rápidos (sorologia). A iniciativa faz parte dos esforços do Ministério da Saúde na busca de novas compras no mercado nacional e internacional para ampliação da testagem do coronavírus no Brasil.

Saiba mais sobre coronavírus - clique aqui e acesse nossa página especial

Da Agência Saúde
Atendimento à imprensa
(61) 3315.3580

Fim do conteúdo da página