Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
GESTÃO

Arnaldo Correia de Medeiros é o novo Secretário de Vigilância em Saúde

Escrito por Gustavo Frasão | | Publicado: Sexta, 05 de Junho de 2020, 15h58 | Última atualização em Sexta, 05 de Junho de 2020, 15h58

A nomeação foi publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (05). Correia é doutor em Ciências Biológicas e dará continuidade às ações de vigilância em saúde

Para garantir a continuidade das ações de Vigilância em Saúde no Sistema Único de Saúde (SUS), o doutor em Ciências Biológicas, Arnaldo Correia, passa a ser o titular da Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS) do Ministério da Saúde. A nomeação foi publicada, nesta sexta-feira (5), no Diário Oficial da União (DOU).

O novo secretário é graduado em Ciências Farmacêuticas pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), mestre em Bioquímica e Imunologia pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e doutor em Ciências Biológicas (Bioquímica) pela Universidade de São Paulo (USP) com programa de Doutorado sanduíche no Imperial Câncer Research Foundation, em Londres, na Inglaterra. Atualmente ele é professor titular da UFPB.

Com vasta experiência acadêmica em saúde, Arnaldo Correia atuou como professor de bioquímica, farmacologia clínica e fisiologia e conta ainda com vários artigos publicados, como pesquisador. Na área administrativa, Arnaldo Correia foi superintendente e diretor de Planejamento do Hospital Universitário Lauro Wanderley (UFPB), pró-reitor da UFPB e diretor de Atenção à Saúde e vice-presidente Executivo da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH).

Como secretário de Vigilância em Saúde, Arnaldo Correia de Medeiros será responsável por coordenar ações de vigilância como, prevenção e controle de doenças transmissíveis, vigilância de fatores de risco para o desenvolvimento de doenças crônicas não transmissíveis, saúde ambiental e do trabalhador e também estudos de análise da situação de saúde da população brasileira.

Por Adolfo Brito, da Agência Saúde
Atendimento à imprensa
(61) 3315-2745 / 2351

Fim do conteúdo da página