Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
COVID-19

8,4 mil ventiladores pulmonares entregues pelo Governo do Brasil

Escrito por erika.morais | | Publicado: Sexta, 24 de Julho de 2020, 21h18 | Última atualização em Sexta, 24 de Julho de 2020, 22h09

A distribuição dos equipamentos é pactuada com Conass e Conasems e leva em consideração a estrutura para instalação e equipes especializadas para operá-los

O Brasil conta agora com o reforço de 8.449 ventiladores pulmonares entregues pelo Governo do Federal, por meio do Ministério da Saúde, para auxílio no atendimento aos pacientes com Covid-19. Os equipamentos foram entregues em todos os estados e no Distrito Federal. A compra e distribuição dos ventiladores pulmonares é parte do apoio estratégico do Governo do Brasil no atendimento aos estados.

"Estamos levando equipamentos, disponibilizando medicamentos e recursos humanos, no momento certo e na quantidade necessária, onde é preciso”, destacou o ministro interino da Saúde, Eduardo Pazuello.

Os ventiladores pulmonares foram distribuídos da seguinte forma: Acre (170), Alagoas (185), Amapá (125), Amazonas (222), Bahia (491), Ceará (268), Distrito Federal (250), Espírito Santo (210), Goiás (413), Maranhão (281), Mato Grosso (216), Mato Grosso do Sul (155), Minas Gerais (561), Pará (409), Paraíba (285), Paraná (544), Pernambuco (205), Piauí (105), Rio de Janeiro (993), Rio Grande do Norte (274), Rio Grande do Sul (486), Rondônia (248), Roraima (162), Santa Catarina (98), São Paulo (838), Sergipe (140) e Tocantins (115).

A distribuição dos ventiladores pulmonares para os municípios e unidades de saúde é de responsabilidade de cada estado, conforme planejamento local. A pasta auxiliou ainda a assistência hospitalar militar, entregando 70 equipamentos ao Ministério da Defesa para o reforço das unidades de saúde das Forças Armadas.

As entregas levam em conta a capacidade instalada da rede de assistência em saúde pública, principalmente nos locais onde a transmissão está se dando em maior velocidade. A aquisição destes equipamentos é de responsabilidade dos estados e municípios. Mas, diante do cenário de emergência em saúde pública por conta da pandemia do coronavírus, o Ministério da Saúde utilizou o seu poder de compra em apoio irrestrito aos gestores locais do SUS.

O Ministério da Saúde assinou, até o momento, cinco contratos com empresas brasileiras para a produção de 16.252 ventiladores pulmonares, sendo: 6.500 com a Magnamed, no valor de R$ 322,5 milhões; 4.300 com a Intermed, no valor de R$ 258 milhões; 3.300 com a KTK, no valor de R$ 78 milhões; 1.202 com a empresa Leistung, no valor de R$ 72 milhões; e 950 com a WEG, no valor de R$ 57 milhões. O esforço brasileiro na aquisição destes itens envolve mais de 15 instituições entre fabricantes processadores, instituições financeiras e empresas de alta tecnologia, entre outras. A distribuição dos equipamentos tem ocorrido conforme a capacidade de produção da indústria nacional, que depende de algumas peças que são importadas.

AÇÃO INTERMINISTERIAL

Uma parceria entre o Ministério da Saúde e os ministérios da Economia e Ciência e Tecnologia, além da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), realizou um mapeamento do parque industrial nacional, quando foram identificadas as capacidades de cada setor para o fornecimento de ventiladores pulmonares. Nesse mapeamento, encontrou-se empresas que tinham escala pequena de produção, mas que tinham expertise e outras que poderiam contribuir para expandir as entregas em um menor espaço de tempo possível.

O projeto ainda envolve o Ministério das Relações Exteriores, para priorização de recebimento de peças, o Ministério da Justiça, para escoltas e segurança da distribuição de equipamentos e insumos, e o Ministério da Defesa, que fornece armazéns nas capitais para estoque de materiais e a logística de distribuição para o país, por meio da Força Aérea Brasileira (FAB), quando necessário.

No início da pandemia, o Brasil contava com 65.411 ventiladores pulmonares, sendo que 46.663 estavam disponíveis no Sistema Único de Saúde (SUS). Além da aquisição de ventiladores pulmonares, o Ministério da Saúde já habilitou mais de 9 mil leitos de UTI em todo o Brasil para atendimento exclusivo a pacientes com Covid-19.

Ventiladores pulmonares entregues em estados e municípios até 21/07/2020

VENTILADORES - até 21/07/2020
RJ  993 TOTAL ESTADO 734
TOTAL MUNICIPIO 259
AL 185 TOTAL ESTADO 170
TOTAL MUNICIPIO 15
BA 491 TOTAL ESTADO 154
TOTAL MUNICIPIO 337
DF 250 TOTAL ESTADO 250
MA 281 TOTAL ESTADO 95
TOTAL MUNICIPIO 186
MG 561 TOTAL ESTADO 350
TOTAL MUNICIPIO 211
MS 155 TOTAL ESTADO 90
TOTAL MUNICIPIO 65
MT 216 TOTAL ESTADO 87
TOTAL MUNICIPIO 129
AC 170 TOTAL ESTADO 70
TOTAL MUNICIPIO 100
GO 413 TOTAL ESTADO 183
TOTAL MUNICIPIO 230
RO 248 TOTAL ESTADO 95
TOTAL MUNICIPIO 153
RR 162 TOTAL ESTADO 107
TOTAL MUNICIPIO 55
PA 409 TOTAL ESTADO 334
TOTAL MUNICIPIO 75
TO 115 TOTAL ESTADO 70
TOTAL MUNICIPIO 45
AM 222 TOTAL ESTADO 146
TOTAL MUNICIPIO 76
AP 125 TOTAL ESTADO 125
TOTAL MUNICIPIO 0
PI 105 TOTAL ESTADO 60
TOTAL MUNICIPIO 45
PE 205 TOTAL ESTADO 95
TOTAL MUNICIPIO 110
PB 285 TOTAL ESTADO 130
TOTAL MUNICIPIO 155
SE 140 TOTAL ESTADO 130
TOTAL MUNICIPIO 10
CE 268 TOTAL ESTADO 75
TOTAL MUNICIPIO 193
RN 274 TOTAL ESTADO 120
TOTAL MUNICIPIO 154
ES 210 TOTAL ESTADO 129
TOTAL MUNICIPIO 81
SP 838 TOTAL ESTADO 680
TOTAL MUNICIPIO 158
RS 486 TOTAL ESTADO 251
TOTAL MUNICIPIO 235
SC 98 TOTAL ESTADO 62
TOTAL MUNICIPIO 36
PR 544 TOTAL ESTADO 214
TOTAL MUNICIPIO 330
TOTAL BRASIL 8449

Por Silvia Pacheco, da Agência Saúde
Atendimento à imprensa
(61) 3315-2745 / 2351

 

Fim do conteúdo da página