Ir direto para menu de acessibilidade.
Início do conteúdo da página
Atenção Básica

População de Curitiba recebe nova Unidade Básica de Saúde

Escrito por Leonardo | | Publicado: Sexta, 17 de Abril de 2015, 15h33 | Última atualização em Sexta, 17 de Abril de 2015, 15h34

A UBS Coqueiros vai atender mais de 13 mil pessoas e contará com equipes de saúde da família, profissional do programa Mais Médicos, além de equipes de saúde bucal A população de Curitiba recebeu mais um reforço na atenção básica. O ministro da Saúde, Arthur Chioro, inaugurou nesta quinta-feira (16) a 109ª Unidade Básica de Saúde (UBS) da capital. Desta vez o novo serviço contemplou o bairro Sítio Cercado e atenderá cerca de 13 mil pessoas, capacidade populacional local. Ao todo, serão quatro equipes de saúde da família, um profissional do programa Mais Médicos e duas equipes de saúde bucal. “A atenção básica resolve 80% dos problemas dos pacientes da atenção básica à saúde, e desafoga os prontos-socorros, as Unidades de Pronto Atendimento , os hospitais e permite que as pessoas tratem as suas doenças e possam fazer prevenção, o que é muito importante”, destacou o ministro da Saúde. Para a construção da UBS Coqueiros foi investido R$ 1,5 milhão, sendo R$ 533,3 mil do Ministério da Saúde. A estrutura é formada por oito consultórios médicos e de enfermagem; clínica odontológica; espaço para atividades de promoção da saúde; sala de espera e ambiente acessível para pessoas com deficiência, com elevador e banheiros adaptados. Parra o ministro, o atendimento humanizado é o grande diferencial no atendimento à população. “Vi nesta unidade de saúde que cada detalhe demonstra o carinho e o comprometimento da equipe, e o trabalho humanizado que está sendo feito aqui. Não adianta ter um prédio bem construído se não houver o comprometimento dos profissionais da unidade de saúde”, destacou. A UBS também terá programa de residência médica, com quatro residentes de Medicina da Família e Comunidade, três de enfermagem, um de odontologia e um de psicologia. O estabelecimento também está capacitado para realizar pequenas cirurgias. Outra característica que beneficiará os moradores da região é o uso do Programa Telessaúde Brasil Redes, que oferece teleassistência e tele-educação aos profissionais que atendem na atenção básica. Por meio de ferramentas de tecnologia da informação, especialistas orientam à distância os profissionais de saúde que estão em contato direto com o paciente, de acordo com as situações do dia-a-dia, promovendo o aprendizado permanente e o acúmulo de experiências e conhecimentos. Na UBS Coqueiros, a neurologia será 100% “teleregulada”. Ou seja, nenhum encaminhamento para neurologista será feito sem passar pela regulação do Telessaúde. A UBS do bairro Sítio Cercado também integra o Requalifica SUS, que tem como objetivo melhorar as unidades de saúde existentes, além de prever a ampliação do atendimento à população com a criação de novas unidades. A iniciativa permite que sejam firmadas parcerias com os municípios para que os gestores locais possam estruturar seus postos de saúde e oferecer melhor atendimento à população. No âmbito do Requalifica, o Ministério da Saúde já destinou R$ 5,6 bilhões para construção e ampliação de 26 mil Unidades Básicas de Saúde (UBS) em mais de cinco mil municípios brasileiros. CONGRESSO – O ministro da Saúde, Arthur Chioro, participa, nesta quarta-feira (15) em Foz do Iguaçu, da abertura do I Congresso das Secretarias Municipais de Saúde das Regiões Centro-Oeste, Sudeste e Sul. O objetivo do evento é discutir as necessidades e avanços dos 10 estados que integram essas regiões. A ideia é promover a integração, possibilitar a troca de experiências e criar um posicionamento conjunto em relação às políticas públicas e desafios para a consolidação do SUS. O evento segue até a próxima sexta-feira (17) e reúne cerca de 1,5 mil pessoas, entre gestores do SUS – especialmente secretários municipais de saúde –, técnicos e profissionais da área da saúde, além do segmento de usuários e escolas universitárias. Paralelamente ao evento, também acontece o XXXI Congresso Estadual de Secretarias Municipais de Saúde do Paraná, que aproveita a mesma estrutura com programação combinada. Os principais temas abordados nos eventos são os modelos de atenção à saúde e a construção de redes de atenção e continuidade do cuidado continuado.

Por Luís Felipe Sardenberg e Amanda Costa, da Agência Saúde
Atendimento à imprensa
(61) 3315-3580 / 3315-3587

Fim do conteúdo da página